terça-feira, 28 de outubro de 2008

Avatar

Comentário de um grande amigo

Este texto eu recebi de um grande amigo..que a muito tempo eu não via..e ele fez uma reflexão sobre a matéria "É de sonho e de pó.." este texto eu recebi por email e está aqui na íntegra como ele veio..visão sincera de um grande amigo ao qual sinto profundo respeito, por se tratar de um amigo que me conhece a muito tempo..e é um amigo daqueles que acompanham-me a vida inteira...é um grande amigo !!!
........................................................................................................................................................................
Segue o texto:
"Sou um velho amigo do Cleonir, provavelmente desde que nos conhecemos por gente, há muito tempo mesmo.

Fiquei algum tempo sem vê-lo, por motivos de força maior. Quando o encontrei novamente me deparei não mais com o Cleonir que eu conhecia, mas com o Ultra-maratonista Cleonir.

E confesso que isso não me espantou muito. Não me espantou pois conheço o Cleonir desde “piá”, e se naquela época ele não era ultra-maratonista no significado exato da palavra, era um ultra-maratonista da vida. Vivi com ele momentos alegres e tristes, sucessos e fracassos, e pude perceber que tinha um amigo feito de pura fibra.

E após reencontrá-lo e ter ficado espantado com números como “200 quilômetros de corrida”, “ mais de 24 horas correndo” etc, fiquei matutando sobre o que é ser ultra-maratonista. Eu não sou mais corredor, mas corria muito quando eu era jovem, muitas vezes junto com o Cleonir. Não tenho a noção real do que é ser ultra-maratonista, então decidi pensar o que significa ser ultra-maratonista com um enfoque um pouco diferente.

Para mim, ser ultra-maratonista é sustentar uma amizade por uma vida inteira.

É superar as dificuldades do dia-a-dia, subir os morros íngremes das injustiças e ao chegar lá no alto cravar a bandeira da esperança para que outros possam vê-la e sintam-se motivados também a chegar lá.

É superar todas as dores, perdas, derrotas, e transformar tudo isso em motivação para vencer. Na ultra-maratona da vida, os vencedores são aqueles que continuam querendo viver. Os vencedores são aqueles que ajudam os que caíram a se levantarem.

Ser ultra-maratonista é dar valor as pequenas coisas, as quais se pensarmos bem são na verdade as GRANDES coisas da vida: um por de sol, um sorriso, uma árvore florida, o som de uma cachoeira. É dar valor aos amigos, pois como já diz o ditado “amigo é o irmão que a gente pode escolher”.

A vida é uma ultra-maratona. A mais longa delas. A mais difícil e extenuante. Porém, como é gratificante ver que, após termos percorrido trechos muito complicados e desanimadores, que nos afligem e entristecem, e que de repente ali, após aquela curva danada, de repente surge uma paisagem tão bela, mas tão bela, que todas as dores e tristezas somem. E você olha para trás e percebe o quanto correu e sente um orgulho danado por ter chegado onde chegou sem ser desonesto, sem passar por cima de ninguém.

Isso nos enche de orgulho!!!

Parabéns aos ultra-maratonistas das estradas e aos da vida. "

Texto por Lazie Wouters

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Avatar

“É de sonho e de pó.. “

Eu não sei como são os pensamentos dos outros companheiros de ultramaratonas, creio que sejam parecidos com os meus...e se forem chegaremos a mesma conclusão.

Ser ultra é preencher uma lacuna no ego, um espaço em seu interior com quilômetros de estrada, curvas, subidas, enfim...com chuva...com frio...com calor...com poeira...é um estado de espírito distinto que só quem é ultra sabe entender o que acabei de editar.

Cada indivíduo leva a vida que quer levar ...há aqueles que não precisam de muito pra estar feliz consigo mesmo...eu descobri na simplicidade do passo momentos de muita realização...eu trabalho...eu estudo...tenho família...tenho filhos...e sou ultra !!! Sou ultra ...com muita alegria!!!

Durante a noite eu estava editando um trabalho de planejamento estratégico, trabalho do semestre e ouvindo no fone de ouvido...Almir Satter ..e aquilo fez com que eu viajasse para a BR135 naquele momento...confesso que fiquei emocionado...diz a letra assim: “..é de sonho e de pó...o caminho de um só...feito eu perdido em pensamentos...sobre meu cavalo...” o nome da música é Romaria..e foi gravada com a dupla Pena Branca e Xavantino...e senti o verdadeiro clima da Brazil135...o quão pequeno é o ser humano frente o desafio da vida...e o quão longo é o caminho da vida ...é como a altimetria da BR135...tem os altos e baixos...e só com a força dos amigos e companheiros é que se chega no fim ...sorrindo e com a consciência tranqüila.

Após o treino desta tarde debaixo de uma chuva fina...treino que exigiu muito mas que não senti nada menos que o preço que se é pago com superação..percebi que no correr da vida...devemos ser ultras em todos os momentos, seja na hora de baixar a cabeça e ser humilde, ouvir os que mais sabedoria possuem...seja na hora de mostrar força e provar para si mesmo que somos capazes...seja na hora de correr do lado do amigo que não está legal e precisa de um grito de incentivo..ou de um grito pra acordar na prova...enfim...todos temos nossos ultra ideais, precisamos ser ultras em humildade, ultras em persistência e ultras sonhadores...pois sem sonho..nossa vida não é ultra...sem sonhos nossa vida é uma vida mais ou menos...como eu escrevi no início ...cada indivíduo leva a vida que quer levar...eu nasci pra ser ultra.. vivo e sinto isso intensamente.

” Eh..Brasil poeira...estradas de chão...violas...bandeiras...terra de Tom, Tonico e Tião...”

”Eh...paixão..primeira...e os sertões..nação das estrelas...se o dia é luz e a noite seduz...o coração abre as porteiras...”

”...água do ribeirão e os horizontes que ao longe se vai..”

É isso...ser ultra é também não ter vergonha de chorar em silêncio...para cada km percorrido uma lágrima de agradecimento...”Senhor...humildemente..muito obrigado por ter me feito capaz de discernir cada momento que vivo em razão das ultras !!!!!"

Avatar

Desafio Praias e Trilhas 2008 – 84km

No final de semana passado, dias 18 e 19 de Outubro aconteceu a 7ª edição do Desafio Praias e Trilhas, disputado em Florianópolis. Esta prova de 84 km é realizada pelas trilhas e pela costa da ilha e é organizada pela Ecofloripa Eventos Esportivos.

Nesta edição a vitória foi do catarinense Daniel Mayer, que completou a prova com o melhor tempo entre os demais atletas na disputa.

Tive a oportunidade de correr esta mesma prova em 2006 e este mesmo atleta, apresentando muita raça, venceu a categoria que eu disputava ..formamos um pódio na categoria ..muio forte, tendo em segundo o espanhol Diego Ballesteros.

Parabéns Daniel pela vitória...esforço recompensado...vem lutando humildemente e depois de honradas tentativas, você subiu no lugar mais alto da geral neste desafio tão forte...sempre tive a convicção de que um dia você venceria a prova.

Este jovem ultra é um atleta de grande potencial da ultramaratona do Brasil, com certeza vamos ver e ouvir muito a respeito deste rapaz.

Deixo aqui minhas congratulações ao pessoal da Ecofloripa, trata-se de um pessoal empenhado com a Ultramaratona e teve recentemente seu trabalho agraciado com um prêmio importante de uma revista esportiva, qualificando a Volta a Ilha de Florianópolis como a melhor prova realizada no Brasil. Parabéns...

Avatar

Jungle Marathon 2008 – 220km

A edição 2008 da Jungle Marathon, aconteceu em Santarém no Pará, entre os dias 08 e 16 de Outubro, tendo como percurso a floresta amazônica. Esta prova é uma ultramaratona de grandes dificuldades; percurso úmido de muitos pontos onde a água se encontra em pequenas poças e lagoas, na presença de animais selvagens e peçonhentos. São 220 km de prova no local onde se encontra o maior número de onças por metro quadrado do país.

Os ultramaratonistas do Brasil fizeram bonito nesta prova, confira abaixo a classificação final das categorias masculino e feminino:

Geral masculino
1º Raimundo Fredison da Silva – Brasil - 28h 10m
2º Edenil Alburquerque Nogueira - Brasil - 31h 26m
3º Michael Brehe – Alemanha – 33h 50m
4º Mark Jaget - EUA – 34h 52m
5º Marcio Villar – Brasil – 35h 17m

Geral feminino
1º Jaqueline Terto – Brasil – 37h 44m
2º Sophie Collett – Inglaterra – 44h 59m
3º Rebeca Wood – Inglaterra – 48h 49m


Jaqueline Terto e Márcio Villar.

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Avatar

Desafio Pedras e Trilhas - 32Km - 2008



Aconteceu no último domingo (19-10-2008) a ultramaratona Desafio Pedras e Trilhas, prova realizada em Atibaia e organizada pelo ultramaratonista Carlos Dias. A prova reuniu 21 competidores de nível técnico muito bom.

Largando da Pousada Pedra Grande e percorrendo as trilhas da região subindo e descendo por trechos íngremes sempre em contato com a natureza, os atletas superaram este desafio e concluiram a prova com êxito.

A vitória no masculino foi de um grande amigo e companheiro de ultras.. José Ricardo Moreira de Três Lagoas-MS, superando atletas muito bons. No feminino a vitória ficou com a paulista Luzia Aluisio Mesquita.

Classificação geral Feminina
1 - Luzia Aluizio Mesquita
2 - Andrea Estevan

Classificação geral Masculina
1 - José Ricardo Moreira
2 - Fernando Jesus
3 - Jaime Maria Rocha
4 - Paulo Nogueira
5 - Luciano Prado

Parabéns aos competidores e a organização de prova pelo evento.

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Avatar

Própolis - A penicilina natural


Há muito que o “antibiótico” da mãe natureza é conhecido pelo Homem. Os romanos e os gregos antigos, que lhe atribuíram o nome “Pro Polis” – ou seja, em defesa da cidade –, reconheciam-lhe propriedades curativas e regeneradoras.
O pai da medicina moderna, Hipócrates, prescrevia-a para tratar feridas e úlceras, tanto para uso interno como externo. Com o desenvolvimento da medicina moderna, a propolis, tal como outras substâncias naturais, caiu um pouco no esquecimento e a sua importância só voltou a ser reconhecida após algumas décadas.
Fabricada pelas abelhas, a propolis desempenha um papel importante na defesa da colmeia, defendendo-a da invasão de microorganismo, fungos, bactérias e vírus. Simbolismo que se aplica também no corpo humano, já que é um estimulante natural do sistema imunitário.
A propolis é um conjunto de substâncias recolhidas pelas abelhas (ver quadro), que depois de transformado, resulta numa massa final pegajosa e colante. Além dessas substâncias, possui uma grande variedade de aminoácidos, minerais e bioflavonóides, com forte poder antioxidante. As abelhas utilizam-na para revestir a colmeia e envernizar os favos, impedindo assim a proliferação de micróbios. A cor, sabor e o aroma podem variar de acordo com a sua origem botânica e geográfica.

Aplicações Terapêuticas

Sendo um antibiótico 100 por cento natural, não tem quaisquer efeitos secundários e pode ser usado sem restrições. Ao longo dos últimos anos, vários estudos comprovam que a propolis tem a capacidade de destruir algumas bactérias resistentes a medicamentos, sendo um agente preventivo de constipações, tosses, gripes e outro tipo de viroses.
É por isso, uma alternativa natural e mais saudável aos medicamentos químicos nesta altura do ano, uma vez que não debilita o sistema imunitário, pelo contrário. Entre outras aplicações, mostrou-se eficaz na prevenção de úlceras e abcessos, na cicatrização de algumas doenças de foro gástrico e doenças de pele, como a acne, alergias ou herpes.
À propolis é ainda atribuída a capacidade de alívio em alguns problemas femininos, como períodos menstruais dolorosos ou infecções vaginais. Actualmente o uso de propolis é extensivo a vários produtos desde suplementos alimentares, tintura, mel, spray, xaropes, pastilhas ou rebuçados. Em produtos de cosmética, sejam cremes, batons ou pasta dentífrica, apresenta uma vasta acção protectora e regeneradora da pele e das mucosas externas.

Como é composta a propolis?

Resinas vegetais – 55%
Cera de abelhas – 30%
Óleos essenciais – 10%
Pólen – 5%

Vantagens da propolis para a saúde:
Anti-microbiana
Anti-fúngica
Anestésica
Anti-inflamatória
Antioxidante
Cicatrizante e regeneração dos tecidos
Estimuladora do sistema imunitário
Anti-séptico
Gengivites
Infecções das vias orais
Fonte: http://saude.sapo.pt

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Avatar

BR135 - Estarei neste desafio em Janeiro



Todo atleta que corre provas de ultra tem seus sonhos, aquelas provas que tanto aguça a mente...aquela prova que o atleta faria de tudo para estar disputando e comigo não é diferente. Faz alguns anos que a Brazil 135 está em minha mente e depois de certo tempo...me senti preparado pra encarar este desafio...mas todo mundo sabe que entre querer correr esta prova e ser selecionado pra correr esta prova tem muita diferença.
Esta prova não é pra qualquer um, e não é a toa que o rótulo dela diz que é umas das ultras mais difíceis do mundo.
Nesta última semana recebi uma notícia que me fez muito feliz, o comunicado do Dr. Mário Lacerda ( grande ultra-atleta do Brasil ), diretor de prova da Brazil 135, notificando que eu sou um dos atletas que vai disputar a prova em Janeiro de 2009; o comunicado me deixou eufórico...a adrenalina tomou conta de mim...agora é continuar o treinamento que vinha fazendo e dedicação total...a coisa lá é dureza...!!!!
Sei que vou precisar de toda ajuda possível, principalmente dos empresários de Farroupilha, os amigos como pessoas maravilhosas que são...já estão ajudando e muito, devo muitas de minhas conquistas aos amigos que incentivam...que apoiam, que dão aquela força...as vezes o atleta dá aquele apagão e surge o amigo que em alguns minutos nos deixa motivado um tempão...
Cada atleta tem um foco...todos querem vencer...mas muitas vezes não é na vitória que encontramos a razão de tudo, quando nós atletas encontramos em uma prova a alegria de correr ...tudo muda...quando se encara o desafio da altitude, das íngremes subidas e descidas, das longas e estafantes planícies e ainda surge um sorriso...ou aquela frase típica de ultra-atleta " tá achando fácil ? saí do sofá e vem correr.." putz.".essa é boa...não tem como não rir...só quem é ultra sabe que o que estou dizendo...é verdade.
Um ultra-atleta não vence adversários...um ultra-atleta vence seus limites e ajuda seus companheiros a superar também.. !!!
A vitória ? Vencer uma ultra é consequência de muitos fatores positivos de um atleta...o condicionamento...o treinamento...
a frieza...a mente preparada pra suportar todas as dificuldades com perseverança...a consciência dos limites próprios..enfim...uma vitória se constrói muito antes do dia da prova e na maioria das vezes..quem vence não deixa dúvidas da vitória...o vencedor tem méritos e méritos honrosos !!!
Assim diz meu querido amigo ultra Márcio Villar, aliás até tatuou no braço a frase : " A dor e o incômodo são passageiros ...mas o orgulho é eterno !!"
De todas as ultras que participei até hoje...minhas maiores conquistas não foram os troféus e as medalhas...mas sim..os fiéis amigos que das Ultras eu ganhei ... eles me ajudam a começar as ultras sorrindo e terminar da mesma forma...!!!
Como diz o lema da Brazil 135 ..." Divirta-se e continue sorrindo !! "
Me identifico neste lema ...
Deixo duas imagens, uma da altimetria e outra do mapa do percurso...e uma mensagem:
" Perseverança é a chave do sucesso...nunca desista dos seus sonhos !!!".



terça-feira, 7 de outubro de 2008

Avatar

Dean Karnazes participou em Porto Alegre do Mercovida

Dean Karnazes participou em Porto Alegre do Mercovida, evento dedicado a esporte e saúde.
Foram 192 quilômetros, o suficiente para ir de Porto Alegre a Torres. O percurso, porém, foi vencido em 24 horas numa esteira dentro do Centro de Eventos da Fiergs.
O ultramaratonista norte-americano Dean Karnazes veio à Capital tentar bater o recorde mundial da modalidade, que pertence ao brasileiro Luciano Prado.
Apesar do esforço, Karnazes ficou 57 quilômetros abaixo da marca conquistada em 2004. Mesmo assim, o atleta e autor de best-sellers mundiais sobre o tema, foi a principal atração do Mercovida, evento dedicado a esporte e saúde realizado neste fim de semana.
O corredor ficou das 9h de sábado até as 9h de domingo na esteira. Praticamente só parou para ir ao banheiro. Sem perder tempo, alimentava-se com barras de cereal na própria esteira. A marca corresponde a quatro vezes e meia a distância de uma maratona normal, de 42 quilômetros.
Karnazes é reconhecido no planeta por um outro feito: ele correu 50 maratonas pelos 50 estados norte-americanos em 50 dias ininterruptos.
— O meu maior desafio é superar a mim mesmo — sintetizou o atleta.
Outros dois brasileiros o acompanharam no desafio. O médico e ex-secretário estadual de saúde João Gabbardo dos Reis, 54 anos, completou a prova em segundo lugar, com 154 quilômetros.
O maratonista Carlos Dias, em terceiro, conseguiu 104 quilômetros. O evento também realizou provas de revezamento de 12 e 24 horas, nas quais o participantes corriam uma ou duas horas na esteira.
Fonte: Zero Hora - Gustavo Azevedo gustavo.azevedo@zerohora.com.br

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Avatar

Agnaldo vence em Campos do Jordão


Apresentando excelente performance, Agnaldo Sampaio vence o Desafio Pico do Itapeva em Campos do Jordão.

Parabéns Agnaldo !!!
Avatar

Valmir vence a Green Lakes Endurance Runs




O ultramaratonista Brasileiro Valmir Nunes venceu no último domingo (24) a Green Lakes Endurance Runs, em Nova York, competição de 100 quilômetros em trilhas. Ele também bateu o recorde do percurso. Valmir completou em 8h22min e se tornou o novo recordista ao desbancar a marca anterior de 10h14min.


Parabéns Valmir !!!


Agradecimentos ao Dr. Mario Lacerda e equipe Brooks Brazil 135 pelas fotos do Valmir no evento.

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Avatar

A Dextrose

A dextrose é um carboidrato e para que se entenda sobre a dextrose, antes é bom que se entenda o que é um carboidrato.Os carboidratos são a principal fonte de energia para o nosso organismo. Eles se dividem em simples e complexos.
Carboidratos simples são formados por monossacarídeos ou dissacarídeos, ou seja, uma ou duas moléculas de açúcares. Pelo fato destes carboidratos serem formados por apenas uma ou duas moléculas de açúcares sua digestão é rápida.
Carboidratos Complexos são formados por polissacarídeos, ou seja, várias moléculas de açúcares. Neste caso já é o contrário, como o carboidrato complexo é formado por várias moléculas de açúcares, sua digestão consequentemente acaba sendo lenta.
Agora que esclarecemos por cima o que é um carboidrato, vamos falar um pouco sobre a dextrose.
Pelo fato deste carboidrato ser simples, com alto índice glicêmico (100), sua digestão é rápida, sendo assim a liberação de insulina é estimulada.
Desta maneira, a insulina começa a transportar a glicose do sangue para dentro das células, trazendo também as proteínas quando elas estão disponíveis. Por esta razão a dextrose é considerada o carboidrato perfeito para ser suplementado juntamente com uma proteína, logo após o treino.
Um estudo em 2001 feito pela University of Texas Medical Branch chegou a conclusão de que as proteínas quando associadas aos carboidratos simples são melhores absorvidas, portanto uma boa suplementação pós-treino, é aquela em que se associa a dextrose com uma boa proteína.Após esta breve explicação, fica claro o quão importante é um carboidrato na alimentação e suplementação do atleta, tanto antes quanto após o treino.
Fonte: Neo Nutri Suplementos Nutricionais

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Avatar

O perigo da gordura hidrogenada

Desconfie dos alimentos sequinhos, aqueles que são fritos, mas não ficam oleosos.
A receita desse "milagre" chama-se gordura hidrogenada e, ao contrário do que pensa a maioria, faz muito mal à saúde. Estudos recentes mostram que esse tipo de gordura é pior que a saturada de origem animal - do ponto de vista cardiovascular.
A causa: ela "plastifica" os vasos levando a infartos e derrames. Quem garante é a endocrinologista Rosina Erthal Vilella, que pesquisa o assunto há anos e explica o mal que faz essa gordura, também chamada de "Trans".
O problema, segundo ela, é que os alimentos hidrogenados não se resumem a frituras. Biscoitos, sorvetes, chocolate, macarrão de preparo rápido, chips e temperos prontos, só para citar alguns exemplos, fazem parte da grande lista. E o preocupante, de acordo com Rosina, é justamente a variedade de alimentos que levam esse tipo de gordura, porque eles acabam sendo ingeridos por crianças, jovens, adultos e idosos. "As pessoas estão sendo enganadas. Acreditam que estão comendo algo que faz bem, ou não faz tão mal para a saúde. E, na verdade, é justamente o oposto", diz ela.
A gordura hidrogenada é uma gordura vegetal que foi criada pela indústria para ser uma alternativa à gordura saturada, a do bacon, da lingüiça, da picanha etc. Como não existe gordura no mundo vegetal - somente óleos - foi criado, então, um processo de transformação desses óleos vegetais em gordura sólida. Aí começa o problema.
Os óleos são colocados em uma câmara com gás hidrogênio -daí, o nome hidrogenada - com alta pressão e alta temperatura, e o resultado não seria bem visto -e muito menos comido- por ninguém. Os óleos se transformam em uma pasta preta, com mau cheiro, que precisa ser alvejada para ficar sem cor e desodorizada para ficar sem cheiro.
Ela deixa tudo crocante porque solidifica nos alimentos após a fritura, formando uma casquinha. Isso acontece também nos vasos sanguíneos que ficam impedidos de dilatar", esclarece a endocrinologista.
Por isso, de acordo com a médica, está se tornando comum esportistas jovens sofrerem parada cardíaca durante a prática de qualquer esporte. "Durante a atividade física, o fluxo sangüíneo aumenta, mas o vaso não dilata para a passagem do sangue. É quando ocorre o infarto", comenta.
Alguns alimentos que contêm gordura hidrogenada:
* Biscoitos: praticamente todos, principalmente os recheados e os wafer; Chips;
* Batata-frita: tanto as de pacote quanto as de fast-food;
* Tortas e bolos prontos e semi-prontos (ficam bem fofos);
* Pães, principalmente os de massa doce;
* Pães de forma, a maioria.
* Sorvete: a maioria, até mesmo os chamados light. O sorvete hidrogenado é mais espumoso;
* Chocolate: cuidado com os diet, pois são os piores;
* Leite: os achocolatados prontos;
* Margarina: quanto mais dura, pior;
* Fast-food: usam essa gordura para todas as frituras porque ficam crocantes;
* Requeijão: os que são muito cremosos;
* Pipoca de microondas;
* Temperos prontos em tabletes ou em pó.
As conseqüências do consumo desenfreado de gordura hidrogenada são pouco divulgadas no Brasil. O mesmo, porém, não tem ocorrido nos países desenvolvidos.
Em 1994, epidemiologistas da Universidade de Harvard atribuíram ao consumo da gordura hidrogenada até 100 mil mortes prematuras por ano nos Estados Unidos. Desde essa época, eles pediram ao Foods and Drugs Administration (FDA) -órgão regulador de alimentos e medicamentos dos EUA- alterações nos rótulos nutricionais que informassem aos consumidores o quanto de gordura Trans continha cada alimento. Nada foi feito. Cientistas relacionaram o consumo dessa gordura vegetal a doenças metabólicas, ou à chamada Síndrome Metabólica - aumento da cintura abdominal, diabetes tipo 2, alterações dos lipídeos sangüíneos, hipertensão arterial e esteatose hepática (fígado gorduroso).
Origem:A descrição dessa síndrome -inicialmente chamada de Quarteto da Morte, em 1984- coincide com o início do uso maciço dos hidrogenados pela indústria alimentícia americana. O epidemiologista-chefe da Escola de Medicina de Harvard, Walter Willet, diz no site www.transfreeamerica.org que a introdução dos hidrogenados na alimentação foi o maior desastre da história alimentícia nos EUA .
Resultou numa epidemia de obesidade e demais doenças. Em 2001, foi divulgado um estudo -feito em 84 mil enfermeiras, durante 14 anos- no qual ficou confirmado que a principal gordura relacionada ao diabetes e ao aumento do colesterol e triglicerídios era a hidrogenada.
No ano seguinte, cientistas americanos pediram um novo estudo. Queriam que ficasse claro o quanto de gordura hidrogenada uma pessoa poderia consumir por dia, sem prejudicar sua saúde. O resultado foi surpreendente: zero. Há relatos também da associação de hidrogenados com vários tipos de câncer. A Equipe da LM diets , pesquisou em um grande supermercado a veracidade sobre gordura hidrogenada nos alimentos.
Realmente, a maioria dos alimentos citados contém a tal da 'trans". Fogem à regra alguns chocolates que utilizam manteiga, assim como alguns os pães de forma como da marca "Boa Saúde", que utilizam óleo de girassol na composição da massa.
Na pesquisa chamou-nos a atenção a composição dos chamados embutidos. O salaminho da uma "grande marca idônea " contém gordura vegetal. Já as lingüiças de porco das outras grandes marcas trazem na composição "carne de ave mecanicamente separada", amido, às vezes soja, e uma variedade química para conservação.
Eu sugiro que ao ler os ingredientes nos rótulos, e quando este conter na sua composição: gordura vegetal hidrogenada, fique atento, é melhor prevenir do que remediar.
Fonte: Luis Meirelles / ESTADÃO

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Avatar

I Ultramaratona 24 Horas de Santa Maria

Depois de muitos treinos e muitas batalhas pra chegar bem até o dia da prova em Santa Maria, pra atingir a meta que era alcançar os 200km percorridos numa prova de 24 horas; eu estava pronto.
Quando saí de Rio Grande e tinha terminado aquela prova tinha a certeza de que meu ano de 2008 seria muito bom...!!!
Eu tava tomado de uma força de vontade sem igual em Farroupilha...eu treinava sozinho...cada treino eu virava em torno de 30 km...35km...eu comia as planilhas de treino...fazer 150km de treino numa semana era barbada...ainda mais quando de forma muito prestativa e amiga...meu querido amigo Prof. Fernando Xavier começou a orientar meus treinamentos..foi companheiro...deu conselhos...distribuiu meus treinos até a semana da prova em Santa Maria e um pouco antes de ele viajar para a Europa pra disputar a 24 Horas de Madri...desde o começo dos treinos compartilhamos treinos e energia...um segurava o ânimo do outro.
E além do mais...minha ultra seria a primeira prova de ultra que minha esposa me acompanharia...eu procurei estar bem e cuidei de tudo com antecedência..fui um dos primeiros a fazer a inscrição para a prova...!!
Analisando uma preparação para uma ultra..digo que não é difícil correr uma 24 horas ...o mais difícil e estar bem depois de meses de treino para conseguir correr a prova...os treinos são uma verdadeira dureza...só de ver as tabelas de treino dá um cansaço no atleta...!!!
Consegui os auxílios que precisava pra conseguir realizar uma boa prova, de forma organizada, estruturada, com recursos; e afirmo sem dúvidas que foi a prova que mais eu coloquei investimento.
Como era feriado na quinta-feira, Corpus Christi e aqui em Farroupilha na segunda-feira também era feriado da padroeira da cidade...este final de semana dos dias 24 e 25 de Maio seria muito bom.
Viajamos na sexta-feira pela manhã, bem cedo...e chegamos em Santa Maria ao meio dia ...foi tranqüila a viajem, chegamos bem..fomos para o hotel e depois saímos pra almoçar.
A sexta-feira prometia algumas preocupações extras, um exemplo disso foi a chuva que caiu na madrugada de sexta-feira pra sábado..eu cheguei a pensar que a prova seria cancelada ou transferida...caiu o mundo em água...um toró...relâmpagos...raios...choveu até amanhecer...e por incrível que pareça...parou...amanheceu o dia ensolarado.
Tomamos café no hotel...foi onde eu encontrei o William ...que também participaria da prova e faria uma prova muito boa...grande William , Petrobrás Ultramaratona Clube.
Chamamos um táxi pra levar toda a bugiganga que tínhamos pra levar...e dividimos o táxi com o William...ultramaratonista divide tudo...amizade...dores..táxi...um segura o outro na disputa desde o início...!!
Chegamos lá em frente o Regimento Maullet e montamos nossa barraca pra deixar tudo em ordem..mas a chuva resolveu reaparecer um pouco antes da largada...choveu uns 30 minutos com vento...molhou nossa barraca...molhou cobertor...enfim...o começo não era dos melhores...!!!!
Depois tiramos algumas fotos antes da largada...uma ótima idéia tirar as fotos antes da prova porque depois da prova o cara fica desfigurado...!!!
Tinha começado a prova...agora só no outro dia poderíamos sair daquele circuito...vamos a luta...de volta em volta..os atletas somavam quilômetros e quilômetros..foram vários...o dia é longo...!!
Eu estava contente..minha prova estava dentro do planejado..em certos períodos cheguei a caminhar antes das 6 horas de prova porque estava muito acima da quilometragem planejada para aquela hora. A prova começou a esquentar pra mim quando senti que era o momento de mostrar serviço e fazer a diferença...meu amigo Gérson Sávio...estava muito bem na prova...e tantos outros...e comecei a rodar mais forte...com doze horas de prova eu tinha marcado 101 Km estava dentro do objetivo sem sofrimento...vinha tranqüilo...avisei minha esposa que ia fazer a massagem e depois voltaria pra comer e retornaria para a pista.
Na massagem uma constatação séria...uma lesão muscular séria em duas partes da panturilha me impediria de voltar a prova...a perna endureceu...a panturilha virou uma pedra...embolou em câimbra ...uma loucura...tive que ficar parado durante a madrugada...tentei voltar por várias vezes...caminhava algumas voltas mas tinha que retornar pra barraca...só fui conseguir voltar a caminhar bem no outro dia.
Minha esposa continuou ajudando a organização de prova da União de Corredores de Santa Maria, e ajudou vários atletas também...um destes foi o Gérson que foi abatido na prova por um mau estar estomacal que quase tirou ele da prova...mas depois de alguns sais de frutas retornou firme e terminou em 5º lugar geral com mais de 140 Km percorridos.
Retornei para a prova as 7 da manhã e continuei caminhando lentamente pra completar a prova, claro que ficaria longe dos 200km que tinha como objetivo, mas depois da lesão qualquer distância que marcasse era lucro, e foi assim que com muita raça e vontade marquei os 121Km que me colocou em 11º lugar geral e em 1º lugar na categoria 30 a 34 anos.
Minha esposa recebeu um troféu de Honra ao mérito juntamente com a equipe de apoio da prova pela esportividade apresentada no auxílio aos outros atletas durante a prova e foi aplaudida por todos os atletas durante a premiação.
O troféu que ganhei nesta prova tem um valor muito grande pra mim...foi o troféu que representa uma luta que não atingiu o sucesso desejado....fiquei lesionado...por mais de 50 dias sem correr...isso me deixou muito triste...cheguei a pensar em parar de correr...fiquei deprimido...até deste humilde espaço do blog me ausentei...mas percebi que sou maior que um insucesso passageiro....não terminou ainda...não era pra ter sido em maio passado...Deus está guardando algo melhor pra mim.
Depois de 3 meses voltei a correr e sem treinar...venci a categoria de 30 a 34 anos de uma prova de 11Km em São Leopoldo chegando em 13º lugar geral...eu estou de volta...ontem voltei a treinar pelas ruas da cidade...terminei o treino certo de que estou de volta !!! Em breve estarei correndo atrás do objetivo que é superar a marca de 200km.
Deixo um sincero abraço para meu querido amigo Fernando Pangaré...irmão tua força foi o diferencial em minha preparação...não consegui transformar o preparo em vitória...mas lutei muito..mostrei ter sido digno das tuas orientações. Irmão ...muito obrigado !!!!
Avatar

XV Supermaratona de Rio Grande 2008 - 50Km

Em fevereiro deste ano tive a oportunidade de correr finalmente a Supermaratona de Rio Grande, lá no sul do estado, me refiro "finalmente" porque nos três anos anteriores tinha feito uma preparação razoável para a prova e sempre chegava a alguns dias da data do evento algum compromisso de trabalho ou de família que me impedia de estar na prova.
As coisas aconteceram de forma mais organizada e depois de tantas conversas com meus amigos
Élton e Luis Alberto; tinha chegado a semana da prova. Confesso que minha preparação não estava tão boa, a preparação do Élton superava em muito a minha, porém prova é prova e se o atleta está naquele dia em que a vontade supera as dificuldades, ele consegue concluir a prova numa classificação que o deixa feliz da mesma forma.
Na sexta-feira dia 15 pela manhã, o Élton já tinha embarcado pra Rio Grande, eu seguiria somente no final da tarde de sexta-feira juntamente com o Luis Alberto, assim aconteceu, porém sem o Luis, um problema de saúde com sua esposa tirou ele da prova, mas graças a Deus, o problema de saúde já foi superado depois de uma cirurgia e ela já está melhor.
Eu fiquei um pouco abatido com a notícia, o Luis ficou sabendo somente naquela tarde dos resultados dos exames, aquilo pegou nós todos de surpresa e causou uma certa apreensão em nós, porque gostamos muito do Luis Alberto, é um grande amigo.
Meu fim de semana ia ser muito bom e começou a se apresentar desta forma o início da viajem, tinha planejado sair de Farroupilha as 20 horas e como não conseguiria chegar antes das 22 horas em Porto Alegre, já tinha pensado em pegar o ônibus das 2 da manhã que seguia pra Rio Grande.
O vento estava soprando a meu favor, cheguei em Porto Alegre as 21:54 e corri para os guichês pra comprar a passagem, pensei " vai que ainda tem vaga no busão das 22 horas ", tinha um lugar disponível, uma poltrona no corredor bem na frente, maravilha; assim eu chegaria depois das 2 da manhã e poderia descansar melhor.
A viajem de ida foi tranqüila, e tal surpresa agradável a minha, quando cheguei na estação rodoviária e o pessoal da organização de prova estava lá esperando atletas e orientando-os sobre a prova, sobre hotéis, enfim; dando total apoio aos atletas. Com tal recepção, fiquei ansioso em saber como era a prova, minha imaginação se perguntava: " se a recepção durante a madrugada foi neste nível imagino como é a prova" ....
Cheguei no hotel, encontrei o Élton acordado, já tava pensando na prova, eu estava lá pra 1ª Supermaratona de Rio Grande da minha carreira e ele pra décima não sei quanto, uma coisa incrível ...mais de dez vezes o Élton tinha participado da prova...!!!
Logo cedo, mas cedo...6 e pouco da manhã eu e o Élton fomos lá para a pista do exército pra fazer uma rodagem pra soltar a musculatura depois da viajem...corremos por mais de uma hora e voltamos para o hotel pra tomar um belo café da manhã.
Nosso sábado foi bacana...buscamos os kits da prova, fizemos algumas compras, tive que comprar um relógio, como sempre ...esqueci alguma coisa em casa...cabeção!!!
No fim da tarde encontrei na portaria do hotel meu grande amigo José Servello, paulista, tinha corrido a poucos dias aquela dureza que é a Brooks Brazil 135 Milhas e estava em Rio Grande pra disputar a prova, tinha conquistado o 5º lugar geral...não é a toa que o nome da equipe é " garotos do parque" e vejam que me refiro a um garoto sessentão...!!
O jantar de massas tava maravilhoso, o fato curioso foi eu estar lá na presença de um grande amigo o Usiel Balbino de Santa Bárbara do Oeste – SP e a gente não se viu no jantar e também não nos vimos durante a prova, acabou que entramos em contato um com o outro na terça-feira seguinte por email, pra perguntar um para o outro: " bah , cara tu tava na prova?"...foi curioso e muito engraçado este episódio..!!! Depois disso ele foi correr a Comrades Marathon na África do Sul e correu bem pra caramba..o rapaz é gente fina e de uma humildade que o faz uma grande pessoa ( abraço pra você meu amigo ).
A largada da Supermaratona é algo assim fantástico, o tempo de deslocamento do centro de Rio Grande deixa todo mundo numa adrenalina incrível, e lá na hora da largada reune uma galera pra assistir a largada da prova e é muito bacana porque todo mundo sai em ritmo forte, até parece uma prova de 10km tamanho é o gás dos atletas....coisa que vai sumindo conforme os quilômetros vão se acumulando na prova, o percurso é muito bom...!!
Tinha começado a prova e eu tentava acompanhar de perto o Élton que estava em excelente preparo, andava seguro, estava leve e foi assim que corremos juntos até o km 30 ...ali eu não consegui segurar o ritmo que o Élton vinha impondo e tirei o pé...tive que aliviar...ele foi embora..só fui ver ele de novo..quando terminei a prova...!!
Depois do km 30 o percurso exige muito do psicológico dos atletas...eu saí destruído da parte que compreende os kms 30 até o km 42 quando se entra na praia do cassino ...que dureza...é campo de um lado e água do outro...a paisagem quase não muda...parecia que eu não tinha saído do lugar...é impressionante o efeito psicológico que o percurso causa nos atletas nesta parte...como os atletas se distanciam um do outro...a maioria enfrenta esta parte da prova de forma solitária...é de falar com Deus várias vezes...tem momentos que se percebe que só pelo corpo não se vai chegar ao fim da prova...se eu estiver exagerando...deixem comentários me criticando ...mas tenho certeza que muitos vão confirmar o que estou escrevendo!!
Cheguei na praia do Cassino completamente demolido...mas aí tinha virado já uma questão de honra terminar a prova...eu chegaria no final de qualquer maneira..nem que fosse de quatro pés...e assim foi...o calor apertou...passou longe dos 30 graus...aquilo chegava fazer espelho no asfalto...fiquei com a camiseta desenhada no corpo por mais de mês...( acha que é moleza? Sai do sofá e vem fazer !!!! )
Assim fui do km 42 até o 50 que já é na praia...chutando areia em certos momentos...chegava tropeçar nos montinhos de areia...tava na capa da gaita como se diz aqui no sul...e os quilômetros estavam terminando...quando vi a bendita placa do km 49...quase chorei de emoção...parecia que tinha marcado um golaço num grenal...aumentei o ritmo e aí foi na emoção minha chegada...cheguei feliz da vida...e depois que passei a linha de chegada....só fui acordar lá na massagem...não lembro como eu fiz pra ir da linha de chegada até as mesas de massagem um pouco a frente...pra ter idéia do cansaço !!!
Porém eu não podia perder tempo...tomei um banho na SAC..peguei minha mochila...me despedi do Élton e fui pegar o ônibus para o centro de Rio Grande..tinha que pegar o ônibus das 14 horas...pra consegui pegar um em Porto Alegre a noite e voltar pra Farroupilha ainda na mesma noite...a vida é assim... !!!
Depois de 4 horas e 41 minutos eu tinha superado os 50 kms da Supermaratona...e quer saber...ano que vem estarei lá de novo...pra bater este tempo !!!!
Resultado disso tudo foi um troféu de 5º lugar na categoria...pódio que não pude estar presente..porque perderia o busão....troféu este que o Élton trouxe pra mim...e hoje faz parte de minhas conquistas !!!