domingo, 2 de outubro de 2011

Avatar

Desafio Farroupilha 24 Horas - Relato

Depois de mais um pernaço em 24 Horas, vou relatar aqui um pouco de minha participação nesta prova,
que para mim, agregou um pouco de experiência, pois não é sempre que se tem a oportunidade de correr uma prova de resistência em terreno de terra, em percurso longo, com todos os tipos de condições climáticas.
Para aqueles que adoram dificuldades, a prova apresentou suas peculiaridades, calor, alta umidade relativa do ar, chuva, queda de temperatura, terreno pesado, enfim...tudo que possibilita uma boa disputa.
Eu fui para esta prova de sangue doce, avaliando bem, não estaria em condições pra disputar a prova, mas o cara vai de teimoso mesmo, uma prova na capital, durante a Semana Farroupilha, enfim...não poderia ficar de fora desta.
Durante a semana que antecedeu a prova, tive muito trabalho, só me organizei mesmo na noite de sexta-feira, depois de chegar em casa da aula, que foi quando arrumei meu material pra levar pra prova. Eu e o Rafael, nos deslocaríamos pra Porto Alegre com meu querido amigo Jaime Rocha, que também
esteve na prova...saímos cedo aqui da serra gaúcha e fomos de carona com ele pra lá...!!
Estava iniciando mais uma ultra ..
Logo que chegamos no Parque Marinha do Brasil, na capital, nos organizamos com a barraca, no espaço reservado para os atletas, e iniciei minha preparação para a prova. Os momentos que antecedem a prova, são momentos de rever os amigos que vem de outras regiões do Brasil, para competir no evento.
Alguns destes amigos, de convivência de longa data nas ultras, entram nesta lista, o Fernando Nogueira e sua esposa Vera, meus queridos amigos Márcio Villar, William, Júlio César (lá do Alegrete...é longe este Alegrete !!! kkkk), Neimar, Gustavo, Tiago e muitos outros.
Não posso esquecer de citar, as amigas de ultra, Raimunda, Sandrinha Grisi, Carla, Teresinha, e todo pessoal das equipes que ajudam esta galera a completar este desafio.
O inicio da prova..
Em clima de alegria, a largada deu inicio ao desafio, onde as equipes de revezamento determinaram o ritmo de prova forte, para a galera que seguiria até o final da mesma..já o pessoal que saiu pra correr individual, saiu no ritmo de costume, e em poucos minutos foi tomado o percurso  da prova, onde cada volta somavam 3 km.
A galera foi acumulando os km durante o dia, o calor e o sol forte, se fez presente durante as primeiras 6 horas de prova,  e visto que eu precisava desenvolver um ritmo confortável pra conseguir uma boa marca, mas as coisa nem sempre acontecem como a gente quer, no inicio da noite eu comecei a andar bem, mas tive dificuldades, principalmente após a primeira refeição, que estava muito gostosa, mas não consegui fazer uma boa digestão, e sofri um pouco com a indisposição estomacal que me pegou durante a tarde, não conseguia
forçar mais do que eu estava andando.
Lá pelas 12 horas de prova, o Jaime abortou a tentativa de uma boa marca, e conseguiria, tenho a certeza disso, é um excelente ultra, estava super firme na prova, e a parada foi uma opção pessoal. Logo depois disso a garoa começou, e assim foi o desenrolar da noite, começou a chover e a temperatura começou a cair, o chão ficou mais pesado, e então as coisas complicaram um pouco, pra completar eu esqueci minha camiseta térmica em casa, meu anorak de chuva, e assim fui salvo pela Carla, que me emprestou um pra que eu conseguisse continuar bravamente por mais de duas horas na chuva, andando e segurando o ritmo dela. Durante a madrugada, lá pelas 3 e pouco da manhã senti a panturilha esquerda dar sinais de má vontade e encostei. Tomei a decisão de parar e não voltei mais para a pista, fiquei nos 102km anotados e conquistando um 5º lugar na categoria.
Foi muito bueno...fiz novas amizades, adquiri mais experiência, e enfim...foi um aprendizado importante, quando se sai de uma prova e não se aprende nada, a prova não contou nada para a evolução do atleta, aprendi bastante e pude me divertir.
O importante é voltar pra casa feliz...e de preferência sem lesão.
Agora é pensar no Audax de bike...logo em seguida a 24Horas de Campinas...e no início do ano mais uma BR135, desta vez, formando
dupla com meu querido irmão Éber Valentim...nós vamos andar mais que notícia ruim..tenho certeza disso !!!!

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Avatar

24 Horas dos Fuzileiros

No mesmo findi do Desafio Farroupilha 24 Horas, aconteceu no RJ a 24 Horas dos Fuzileiros Navais, prova que apresentou excelentes marcas, superando os 200km, assim como aconteceu na prova em Porto Alegre.
Parabéns a todos ultras que estiveram competindo nesta grande prova de ultramaratona, superando seus limites.
Confira os resultados aqui
Avatar

Desafio Farroupilha 24 Horas

 Depois de muito trabalho para estar na prova, só consegui confirmar minha presença 100% na semana da prova, mais um desafio foi superado, com grandes dificuldades, as quais eu já esperava, visto que meu trabalho está exigindo muito, principalmente neste segundo semestre, mas eu vou passar por este obstáculo. Estou considerando um investimento muito bom na minha carreira profissional e um pouco de esforço é o mínimo que posso ofertar, sabendo que o principal beneficiário disso tudo serei eu mesmo.  A prova foi boa, muitos atletas competindo, a dificuldade foi grande, choveu na madrugada, fez frio, enfim...tudo que uma ultra pode oferecer.
 Estou completando o relato, e nos próximos dias estarei postando aqui, tudo que aconteceu na prova. Aguarde e confie !!!

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Avatar

Uma lenda viva da ultramaratona

Para os caras que pensam que um atleta com 35 anos de idade está em fim de carreira...tem muito gurizão no auge dos 20 anos tomando taco de veterano, e pegando só o pó da estrada...!!! Este vídeo eu recomendo !!!

 Marco Olmo, uma lenda viva da ultramaratona !!!!

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Avatar

Trekking em São Francisco de Paula (Passo da Ilha)

Olá Pessoal,

Gostaria de convidá-los para uma caminhada de resistência. Serão 10 horas de trekking em meio aos campos, matas fechadas e ao longo do leito de rios, na região de Passo da Ilha (Campos de Cima da Serra).
O evento está previso para o dia 18 de setembro, com saída às 6:30 em frente à Loja Guenoa, em Caxias.
Os organizadores fazem parte do Grupo Ecoturístico Sol de Indiada, que são contratados pela Loja Guenoa para a organização dessas atividades.
Maiores informações pelo e-mail soldeindiada@gmail.com, com Evandro Clunc.
Fiz minha inscrição ontem. Quem quiser me acompanhar, acho que será uma boa oportunidade para conhecer uma bela região e relaxar a musculatura dos treinos longos de ultramaratona.
Grande abraço,

Marcelo Nava

domingo, 28 de agosto de 2011

Avatar

Os erros mais comuns no treino de longa duração

Existem vários erros comuns no treino de longa duração que comprometem seriamente o rendimento competitivo de atletas que se dedicam a esforços de longa duração, especialmente na maratona. Desenhar o treino de modo a evitar que estes erros ocorram no processo de treino é um cuidado que deve fazer parte das preocupações de cada treinador. Até porque, muitas vezes, o avançar da época desportiva nos leva a esquecermo-nos de aspectos muito importante e que podem ser muito comprometedores da capacidade de rendimento dos nossos atletas.

Vejamos:

1.Melhores resultados não equivalem a maiores volumes de treino

Este é provavelmente um dos maiores problemas associados ao treino de longa duração e que ocorre com demasiada frequência. Até sabemos que muitos atletas por gostarem muito do que fazem e por aspirarem a bons resultados desportivos, encaram o aumento dos volumes de treino, como algo de natural e até necessário, muitas vezes sem se aperceberem que caminham rapidamente para o aparecimento de lesões graves, incapacidade de adaptação do organismo e como tal de incapacidade de rendimento elevado e até para uma diminuição de rendimento a médio/longo prazo. O aumento dos volumes de treino, devem respeitar o princípio da progressividade, mas mesmo respeitando-o deve ser realista, ajustado e cauteloso.
De facto, correr mais, não significa correr melhor e os cuidados para evitar este erro, devem contemplar uma grande variedade de estímulos, escolhendo sempre que possível outras modalidades desportivas. Por outro lado devem ser escolhidos dias em que se retire a sobrecarga provocada pela corrida ao nível dos membros inferiores, permitindo aumentar a qualidade do trabalho de recuperação e regeneração.

2.Ausência ou pouca incidência no treino de força

Grande parte dos corredores pensam que para evoluírem precisam é fundamentalmente de correr e não de treinar a força. Basicamente, esquecemo-nos que para que o nosso corpo se desloque mais, terá de aplicar mais força no solo ou aplicar as forças com maior qualidade na sua direccionalidade. Se tivermos em consideração os milhares de apoios que se podem fazer ao longo de uma corrida de meio-fundo e fundo e o quanto trabalham as componentes elásticas do músculo no ciclo de alongamento-encurtamento facilmente devíamos perceber a importância do aumento dos níveis de força resistência num corredor de meio-fundo e fundo. Para além das questões do rendimento na corrida, a protecção da nossa estrutura anatómica contra os impactos produzidos pela corrida, terá de ser conseguida em grande parte pela absorção que a nossa musculatura terá de ser capaz de fazer, para proteger o impacto do nosso peso no solo e de nos permitir apoios estáveis.
Sabemos contudo que muitos corredores pensam que ganharão peso excessivo com o treino de força e que isso os tornará mais lentos... O que não é de todo verdade! Claro que o treino terá de ser adequado, dirigido para as necessidades de um corredor de meio-fundo e fundo e se for bem prescrito, o programa de treino de força tornará o corredor mais forte e mais flexível o que lhe permitirá correr de uma forma mais eficiente e acima de tudo mais económica.

3.Treinar sem respeito por uma programação adequada de treino

Este problema é mais comum em atletas recreativos e não deveria ser comum em atletas com acompanhamento técnico... O problema é que o treino não pode surgir como algo que se vai fazendo sem uma direcção concreta, mas pelo contrário deve ter objectivos bem definidos, mesmo que estes não sejam de ordem competitiva, mas ligados “apenas” à melhoria de capacidades ou promoção da saúde. Deste modo, o treino bem programado será capaz de evitar uma estrutura de treino demasiado estática e monótona ao longo do tempo e de permitir adaptações mais eficazes em consequência de alterações nas distâncias, volumes, intensidades e tipo de treino ao longo do tempo.
É por razões como esta que os treinos exigem individualização e as “receitas” de treino aplicadas a qualquer corredor acabam invariavelmente por estarem condenadas ao insucesso.

4.Descurar a técnica de corrida

É obvio para todos que a forma como se corre, influenciará muito a qualidade da corrida a todos os níveis: qualidade das forças aplicadas no solo, aumento da velocidade de corrida, maior protecção de lesões e menor agressão muscular. De facto uma técnica de corrida melhorada, poderá traduzir-se numa maior capacidade de correr mais rápido, maior economia de corrida e menor quantidade e gravidade de lesões. Nesta perspectiva o treino de técnica de corrida é uma necessidade que pode ser conjugada com uma melhoria significa dos níveis de resistência muscular específico para a corrida.

5.Manter elevados volumes de treino até ao dia da corrida

O resultado desportivo não depende tanto da sobrecarga, mas mais da regeneração que é promovida depois da aplicação dessa sobrecarga. Por isso mesmo, antes de uma competição o organismo tem de recuperar de forma adequada até ao dia da competição. Nesta perspectiva o “tapering” traduzido por uma redução dos volumes de treino antes da competição para favorecer a regeneração/recuperação do atleta, irá reduzir a probabilidade de lesão e normalmente permitir um melhor rendimento competitivo.
É assim decisivo, conhecer a reacção de cada atleta a diferentes modelos de “tapering” de modo a que se individualizem programas de recuperação para a competição realmente eficazes para cada atleta. E neste caso....cada atleta é mesmo um caso diferente!

6.Ignorar a importância do descanso

Um dos maiores erros de muitos atletas é pensarem que quanto mais treinarem, melhores atletas serão, dando mais importância à componente treino do que à regeneração desses mesmos treinos. A verdade é que a melhoria das capacidades condicionais treinadas, ocorre não durante o treino, mas precisamente quando o corpo está a descansar... Só assim o corpo poderá melhorar as suas capacidades, ficar mais preparado para os esforços seguintes e perseguir uma percurso de melhoria de rendimento.

7.Não dar importância à hidratação

Parece que por vezes todos nos esquecemos que todas as trocas químicas e de substratos no meio celular, só ocorrem na presença de água. Também nos esquecemos que muitas vezes o aumento da frequência cardíaca está associado à perda de líquidos que promovem um aumento da viscosidade sanguínea e como tal de aumento do esforço cardíaco para manter a circulação sanguínea necessária para todo o corpo. Por outro lado a ingestão de água, permite evitar aumento da temperatura corporal, tão prejudicial para manter elevados níveis de rendimento. A hidratação assume assim um papel chave e decisivo para manter o organismo estável durante o esforço e capaz de manter elevados níveis de rendimento.

8.Má alimentação

Muito acreditam nos “milagres” dos suplementos ergogénicos esquecendo-se da importância de uma alimentação variada e equilibrada. É sempre indesejável que ocorram perdas nas reservas energéticas que levem a perdas por vezes abrupta de rendimento. Uma boa relação na ingestão de carbohidratos e a ingestão regular de frutas e verduras são regras básicas essenciais para manter o organismo com o que mais necessita para manter capacidade de rendimento.
Acreditar que os suplementos alimentares podem fazer esse trabalho é um erro que se deve evitar e que frequentemente leva a exageros na ingestão calórica e de determinados nutrientes que podem levar mais a prejuízos no rendimento do que a benefícios.

9.Definir objectivos exagerados para as reais capacidades

É cada vez mais comum vermos corredores pretenderem atingir objectivos demasiado elevados para o seu nível de treino. A ideia de fazer algo de radical e de grande dificuldade leva a que muitos queiram realizar maratonas ou mesmo ultra-maratonas quando o seu nível de treino não lhes permite muitas vezes sequer realizar uma meia-maratona com segurança. É muito bom que alguns corredores se consigam motivar a níveis elevados, mas é fundamental que essa motivação seja consciente e realista.
Se não conseguem dispor de tempo para treinar mais ou se ainda têm pouco tempo de treino, o melhor será mesmo esperarem por consolidar adaptações longitudinais que lhes permitam abraçar participações competitivas mais exigentes.

10.Usar equipamentos e locais de treino inadequados

Infelizmente ainda é frequente ver corredores a usarem roupas não transpiráveis para presumivelmente “perderem gordura”, quando na verdade só perdem água e como correrão menos devido ao aumento da temperatura corporal, na verdade, ainda perderão menos peso do que se corressem mais com roupas mais frescas...
Ainda é possível ver corredores a optarem por correr em locais de forte inclinação à procura do aumento dos seus níveis de força, quando dessa forma, colocam a sua musculatura a trabalhar de uma forma que não ocorrerá numa prova e só aumentam a probabilidade de lesões...
É demasiado comum, vermos corredores que não largam as suas sapatilhas de treino ou competição que já fizeram demasiados quilómetros e que desta forma lhes provocará lesões nos apoios.
Cuidados, que praticamente se misturam com o bom senso e que são tão importantes....

11.Treinar sobre o efeito do calor

Talvez seja importante começar por dizer que o aumento da temperatura corporal será um dos factores mais influenciadores de perda de rendimento. Por isso será sempre boa opção treinar em locais mais frescos, evitar a exposição solar, seleccionar as horas mais frescas do dia para treinar e saber escolher os equipamentos mais frescos e transpiráveis. Só assim, teremos melhores sessões de treino, que permitirão melhores adaptações ao esforço.

domingo, 21 de agosto de 2011

Avatar

Aprendendo com Manoel Mendes

Muitos ensinamentos se aprendem em meio a ultramaratona, construimos algumas amizades que levamos para a vida toda, superamos desafios tremendos, passamos frustrações, conquistamos boas marcas, alguns pódios e no final o que fica é o aprendizado. Muita coisa eu aprendi com este cara..Manoel Mendes, um cara fantástico, um cara amigo..persistente..lutador e que ama a ultramaratona como poucos aqui no Brasil. Vou compartilhar aqui neste espaço, dois vídeos do Manoelzinho, um deles produzido por meu querido amigo Henrique..filho da Rita..irmão do Tenente Atanásio..que tive a felicidade de encontrá-lo aqui no sul...em Esteio. Preste atenção, isso é um pouco de um grande ultramaratonista, um dos ícones da ultramaratona do Brasil.


Avatar

Preparação de ultramaratona

Confiram neste vídeo, um pouco do treinamento de um ultramaratonista, a preparação...segredos..
particularidades da nossa modalidade de corrida. É um material muito instrutivo, vale a pena conferir!!!
Valeu Débora ..pela dica !! 

Pra galera que quiser adquirir os materiais da Salomon...a dica é fazer uma visita na Guenoa..tem o link da loja
aqui no blog. Loja que é parceira deste humilde atleta que vos escreve.

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Avatar

Sociedade Brasileira da Aventura

Olá a todos!!!

Venho divulgar a récem criada Brazilian Adventure Society (BAS), uma organização séria e altamente profissional, engajada na criação de uma comunidade própria para aventureiros de carteirinha no Brasil. As vantagens para os associados são muito significativas: além de um belo kit, composto por chapéu australiano, camiseta e um colete de selva super bacana, eles também enviam uma carteirinha exclusiva para ótimos descontos em eventos e lojas de aventura. E o mais legal: a Sociedade patrocina projetos ambiciosos de expedição e de conservação ambiental. Vale muito a pena! Sou sócio oficialmente desde semana passada (recebi ontem meu kit e já estou ansioso em estreá-lo). A anuidade é relativamente barata, apenas  R$ 61,00. Convido a todos a participarem  e me ajudarem com ideias de projetos, para tentarmos conseguir o apoio financeiro deles.

Para quem ainda não conhece, clique na figura abaixo. Abraço a todos e boas aventuras!!!

Marcelo Nava



quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Avatar

Rumo ao Audax

Aí galera !!!

Visando minha participação no Audax200km, tá aí a bike que estarei estreando em breve...!!!

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Avatar

Saúde: Frutas e Sucos - Ameixas

imageA ameixa considera-se oriunda das terras do baixo Danúbio, da Pérsia, da Armênia e do Cáucaso. As cultivações sírias, em volta de Damasco, alcançaram grande fama. Através dos gregos e dos romanos, também as ameixas chegaram até nós, embora os romanos só as cultivassem mais tarde. Segundo se diz na «Capitulare de Villis», Carlos Magno, em 812, mandou plantar ameixeiras, de diversas espécies, nas suas propriedades imperiais.

Hoje, as ameixas desfrutam de uma popularidade geral.

A ameixa autêntica (Prunus domestica) tem diversos nomes, nas várias regiões.

Pertence à família das Rosáceas.

O abrunho (Prunus insititia), também chamado abrunho grande, abrunho de enxertar, é diferente botanicamente da ameixa autêntica. Difere sobretudo pelo fruto, esférico e de cor violeta escura, com o caroço chato, em vez de pontiagudo, como na verdadeira ameixa.

As ameixas devem ser comidas cruas, em grande quantidade; são também um elemento culinário, para conserva, geleia e doce em pasta. Além deste interesse como alimento, têm um significado muito mais justificado como remédio dietético médico.

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Avatar

Saúde: Frutas e Sucos - Açaí

imageO açaizeiro, do gênero Euterpe oleracea, é uma delicada palmeira de estipe elevado e esguio, terminado por uma coroa de folhas pinatissectas.

Originária da região amazônica, é muito cultivada em virtude do sabor de seus frutos, dos quais se faz um macerado de cor vinhosa, com certa densidade, apresentando a consistência de borra.

Esse prato, muito apreciado na região, é conhecido como açaí. A bebida é geralmente tomada com açúcar ou com farinha d'agua ou farinha de tapioca.

O açaizeiro forma majestosas touceiras. Produz também um saboroso palmito, que vem sendo industrializado nos últimos anos.

Os estipes, por serem muito duros e resistentes, são usados como material de construção.

Os frutos também servem para alimentar animais domésticos. Deve-se dizer, ainda, que o açaí é um alimento muito rico em ferro, constituindo-se num elemento precioso na alimentação dos habitantes da Amazônia.

Os ribeirinhos, por exemplo, encontram nos frutos do açaizeiro um ali-mento graciosamente propiciado pela Natureza.

A propósito do açaí, fez-se uma quadrinha popular, muito conhecida em todo o Brasil:

"Chegou no Pará,
Parou .. .
Bebeu açaí,
Ficou . . ."

domingo, 7 de agosto de 2011

Avatar

Meia de Passo Fundo

  Inicio este post, comentando sobre o final de semana maravilhoso que tivemos, de sol e calor, onde fomos brindados em mais uma edição da meia maratona de Passo Fundo.
  A prova foi duríssima, vento contrário de intensidade moderada, impedindo a conquista de boas marcas, mesmo assim a galera andou mais que notícia ruim. Meu inicio de prova foi desenvolvendo um ritmo confortável, visto que estou bastante desgastado das duas semanas intensas de trabalho que antecederam a competição, senti muito este fator, e percebi que as coisas estão acontecendo mesmo assim; na primeira virada, que era no final de uma subida, km 5 aproximadamente, como os números possuiam identificadores de categoria, prestei atenção nas letras, pra me situar na disputa e vinha na pior das hipóteses em 5º lugar da categoria.
  Com esta constatação minha prova começou a mudar, pois na volta eu procurei identificar quem vinha atrás e que distância eu tinha destes atletas, e vinham dois atletas a pouca distância.
  Tentei abrir distância forçando um pouco mais, e consegui passar no Parque da Gare, mantendo a posição e a distância, e isso foi até a metade da subida da 3ª parte da prova, onde fui ultrapassado por um dos atletas, fato que novamente aconteceria aproximadamente lá pelo km 16, com o outro atleta. Procurei focar no ritmo, mas ficou muito difícil quando minhas coxas travaram muscularmente, me sentia preso, não conseguia forçar o ritmo e daí pra frente minha prova foi na raça mesmo.
  Eu estava só pela estátua do Teixeirinha, que o ponto de referência para dobrar a direita dando acesso a curva da chegada novamente no parque da Gare e trouxe pra linha de chegada, todo o esforço e superação, para um 8º lugar na categoria, honrado 8º lugar, foi faca no dente durante todo o percurso, ritmo, pressão...enfim...valeu o esforço.
  Parabéns aos demais atletas que estiveram competindo na prova...!!!

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Avatar

The 80’s – Coleções Deliciosas

Algumas das muitas “saudades” que tenho da minha infância, passada quase totalmente nos anos 80, são de coleções que eu fazia… ou tentava fazer.

Algumas delas eram deliciosas. Literalmente. Cartelas - CHOCOLATES

Como por exemplo colecionar os cartões que vinham com o chocolate Surpresa, da Nestlé.

Ao longo dos anos várias séries surgiram,  como Dinossauros, Animais da Amazônia e Animais do Pantanal. Era o maior barato.

De um lado tinha uma foto, e no verso uma descrição e curiosidades.

Tinha também as coleções da Ploc Monsters e Futebol Cards Ping Pong.

As figurinhas da Ploc Monsters eram transfix. Estraguei vários cadernos da escola raspando estas figurinhas neles.

 

 

 

 

Os da Ping Pong eram cartões de papelão, contendo de um lado a foto do jogador, e no verso  seu nome completo, peso, altura, equipes que jogou, títulos conquistados e curiosidades sobre ele.

Cada embalagem trazia três cartões, e um chiclete Ping Pong bem fininho, mas do tamanho do cartão.

Era demais. Virou uma febre entre a gurizada. Todo mundo queria colecionar e ter mais cartões que os outros. Nos juntavamos nos intervalos das aulas para trocar as figurinhas repetidas.

Tinha cartões dos principais times brasileiros na época.

Você lembra de mais coleções dos anos 80? comente, relembre, isso faz um bem danado.

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Avatar

Farroupilha: 03/08 às 20:13… A neve está chegando!! caiu uma espécie de “chuva congelada”… a neve está vindo

 

Chuva congelada é como mostra a imagem abaixo. Não é granizo, não é neve. É a chamada “chuva congelada”.

Vamos torcer para que a neve venha logo.

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Avatar

Farroupilha: 10:29 da manhã… começou a cair alguns flocos de neve em meio a garoa

 

clip_image001[1]

Neve intensa criou paisagens de cartão postal em Córdoba, na Argentina Crédito: Marcela Marbián / La Voz / CP

 

Um Ciclone extratropical atua no Rio Grande do Sul e deixa o Estado coberto de nuvens, com períodos de garoa e chuva nesta terça-feira. A precipitação, forte em alguns pontos, pode se transformar em neve localizada. O vento do quadrante Oeste, que sopra com rajadas de 80 a 100 km/h no Leste do Estado, possivelmente mais fortes em alguns pontos, acentuará drasticamente a sensação de frio no decorrer do dia e poderá causar queda de árvores, postes e placas, além de falta de luz.
Durante o dia, a temperatura despenca no Estado. Deve ser mais baixa no fim da tarde que no início da manhã. As marcas serão extremamente baixas e incomuns para o período vespertino, quando, em muitos locais, os termômetros vão indicar 5ºC ou menos. Com o vento, a sensação térmica será ainda mais baixa, informou Correio do Povo.
Neve se desloca da Argentina para o Estado
Nevou nesta segunda em várias cidades da província argentina de Santa Fé, onde o fenômeno é raríssimo. Em Rafaela, a última nevada havia ocorrido em 29 de agosto de 1922. Grande parte da província de Córdoba ficou branca, sobretudo nas chamadas “Altas Cumbres”.

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Avatar

Isso também passará

Frio é para turista.

Eles ficam aqui na serra durante um final de semana, pegam um friozinho, tomam chocolate quente, apreciam um café colonial, e depois vão embora, loucos para contar sobre as maravilhas aqui da serra.

Realmente a serra gaúcha é muito bonita, principalmente em dias quentes e ensolarados quando dá para sair de casa e ver alguma coisa a pelo menos 100 metros de distância.

Mas aguentar este inverno não é fácil. Tem que ter uma paciência de Jó. Aliás, acho que Jó nunca enfrentou um inverno que nem o nosso, pois se tivesse com certeza o ditado seria outro.

Muito frio, muita umidade, muita neblina.

Fazem três dias que uma neblina tomou conta aqui de Farroupilha. Três dias de neblina!!!

Mas dizem que na guerra é pior. Será que é porque lá ocorre mais neblina??!!

As condições climáticas aqui da serra são perfeitas para deixar qualquer um louco, a não ser, como já disse no início deste artigo, que você seja um turista.

Se fosse frio mas com sol, vá lá. Mas não, é frio, chuvoso e com a famigerada neblina.

É uma combinação terrível. Combinação pior que isso somente o cd “Junto e Misturado” do Latrino.

O frio por si só já deixa o sujeito meio “down”, pois você perde muita energia ao manter o corpo aquecido.

O tempo chuvoso e úmido ajuda ainda mais neste processo, pois tudo adquire colorações cinzas. Lá em casa eu já não sei se ligo o chuveiro ou se fico embaixo das goteiras de umidade que caem do teto. Minhas roupas pretas já ficaram brancas, de mofo.

E para arrematar, temos a neblina, que não permite que você veja além de poucos metros, criando uma sensação de claustrofobia e de isolamento.

Há previsão de neve para quarta-feira. Já deixei a porta da geladeira aberta, que é para aquecer o ambiente.

Menos mal que haverá neve, pelo menos dá para apreciar um bom vinho e tirar algumas fotos… isso se não tiver neblina.

 

Previsão de neve nesta próxima quarta, na serra gaúcha

sábado, 30 de julho de 2011

Avatar

Um ultra Bicampeonato

   Depois de uma semana lotada de compromissos profissionais, tive a oportunidade de passar a tarde de sábado com minha esposa e meus filhos, acompanhando-a no torneio de vôlei feminino do Sesi Farroupilha. Há momentos na vida que temos oportunidades muito boas de valorizar o que Deus nos deu e nos possibilita todos os dias. O que eu, um ultramaratonista de duas BR135 completas e uma pela metade, pode tirar de bom de um torneio de vôlei?
   Pois bem, responderei de forma clara e muito consciente. Durante o ano passado e durante este ano, pude acompanhar a preparação e alguns treinos das gurias, quando de minhas folgas, podia ver de perto todas as atividades desenvolvidas pelo time, comandadas pelo treinador Alessandro(Melancia). Hoje, na segunda participação no torneio, eu e meu filho, chegamos anotar os pontos individuais e erros cometidos individualmente durante as partidas do time na competição; se vai servir para alguma coisa, não sei, anotamos.
   Porém, não quero entrar nos dados estatísticos, ponto aqui, ponto lá, erro aqui....erro acolá....seria muito injusto. Tem uma estatística muito maior para ser considerada em toda esta jornada de 2 anos do time e a conquista do Bicampeonato. Ninguém se dá conta que estas mulheres, em sua maioria, são mães, donas de casa, que trabalham mais um turno em empresa pra contribuir no lar, que treinam mesmo cansadas, as vezes ficam exaustas, passam por cima de lesões, dores, preocupações de todos os tipos e tamanhos, lutam, brincam, se esforçam o máximo que podem e hoje colhem o fruto disso tudo e mais um pouco.
   Então, como dimensionar uma vitória destas? É impossível. Ver um grupo grande como é o time da Anselmi, participar da forma que participou, nos apresenta alguns valores muito importantes que precisam ser destacados. Cada atleta que esteve no Parque Cinquentenário hoje, deu sua contribuição, mesmo que não entrou em quadra, foi uma opção do treinador e é preciso respeitar, quem não jogou, precisa ser valorizada pelas colegas, pois contribuiu muito durante o semestre, para que o treinamento chegasse no nível de qualidade que se esperava. Tem aspectos técnicos pra acertar? Claro que tem...eu tenho..todos atletas tem...só não podemos cobrar estas guerreiras, pra que elas apresentem um voleibol igual ao da seleção...a realidade é outra...crescemos com a cultura de que nunca está bom...sempre tá ruim...em todas as atividades, seja na escola, na empresa, no time ...enfim...a cobrança e a crítica é sempre a primeira que aparece.
   Penso que é o momento de falar de tudo que aconteceu de bom; as colegas de time lesionadas, que mesmo assim foram para o banco de reservas, pra dar apoio para as colegas que foram para o jogo; os familiares que foram assistir os jogos, a equipe de jogadoras; (muito importante destacar isso, porque ter um grupo, nem sempre é ter uma equipe, equipe joga para o time, o todo é o mais importante, e neste sábado ficou claro, que não tem "estrelinha" no time e nem tem espaço pra isso); a presença do Chiele que cuida o ginásio do Pio X, onde são realizados os treinos ( largou a atividade dele, pra acompanhar o torneio ), enfim...dá pra fazer uma lista.
   Fica a lição, que os homens se queixam demais, e não tem um que vai discordar de mim, é preciso tirar o chapéu pra estas gurias, porque roeram um osso dos mais duros e colocaram a mão na taça pela segunda vez. Sei que mudanças, algum dia vai acontecer, no elenco, nos horários de treino, enfim, algumas jogadoras vão trocar de empresa, isso o futuro vai dizer e entendo que é um processo natural, por mais difícil que isso seja para as gurias, pela convivência de longo tempo. Destaco o que sempre preservei em tudo que tive a felicidade de integrar no esporte, o trabalho de equipe; as amizades, a união, a dedicação (treina 2 anos, 4 horas por semana, para ver se é fácil!!!)o estudo tático, a melhoria técnica (quando existe qualidade, há evolução e o time apresentou qualidade) personalidade, amadurecimento e muitos outros valores que nos aproxima da vitória. Ninguém coloca troféu na prateleira por sorte, principalmente em esporte coletivo.
    Fica o incentivo para as gurias da Tramontina e da Trombini, para que continuem jogando, treinando, partcipando das competições, pois o foco é integrar, se reunir, se divertir. Parabéns pela iniciativa de estar no torneio. Para a mulherada das outras empresas, principalmente as maiores, que dispõe de grande número de funcionários, que procurem se organizar melhor e sintam-se intimadas a participar do torneio nas próximas edições, para que o torneio seja ainda melhor.
   Parabéns para as gurias da Anselmi, e minha esposa faz parte disso tudo, pelo Bi !! Eu estou orgulhoso e feliz em ter acompanhado tudo isso. Acima a foto das Bicampeãs do Sesi Farroupilha.
Avatar
  Esta é a vista aérea do Parque Taquaral em Campinas e é local que vai sediar a 24 Horas Run Ultramarathon Campinas em novembro deste ano. A prova é organizada pela Ultrarunner Eventos e conta com esportistas experientes da ultra na linha de frente e com certeza será mais uma grande prova de ultramaratona rolando pelo território brazuca.
Para obter maiores informações da prova, clique aqui

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Avatar

Duas grandes ultras no Brasil

   Conforme comentário do querido amigo Jorge Maratonista (RJ), a respeito das nossas participações nas provas de ultra no Brasil, eu quero expressar minha opinião a respeito da proposição de datas da realização de cada prova. Temos no mesmo final de semana, duas grandes provas de ultramaratona, em duas capitais do Brasil, com boa premiação e boa organização.
   Sei e entendo que muitas vezes, não temos muitas opções e considero muito importante a iniciativa de realizar o evento, não é fácil, exige bastante da organização de prova e em algumas vezes acontecem choques de datas e divide um pouco o número de competidores de ambas competições a serem realizadas.
   No meu caso, é mais coerente prestigiar a iniciativa da organização do meu estado e auxiliar o pessoal do Rio na divulgação da prova, informando a galera que visita este canal, a respeito da prova. Como estou em período letivo com duas turmas do Senai, não tenho como fazer uma viajem ao Rio neste período da prova, além do mais, a opção de ter Porto Alegre a 100km de Farroupilha, me possibilita melhores condições para a disputa e logística de minha equipe.
   Fico muito feliz, quando recebo emails, comunicando que o movimento da ultramaratona no Brasil, tem bons nomes trabalhando em favor da modalidade e isso me deixa tranquilo. O crescimento do número de opções de provas de ultra é uma constatação de que a ultra, dá retorno aos patrocinadores, tem grande número de participantes e adeptos da modalidade e tem tudo para ser esporte olímpico, como já é uma modalidade bastante difundida em vários países, como por exemplo: Estados Unidos, Japão, China..etc..
   Estamos evoluindo, amadurecendo, e as parcerias são o caminho para a realização destes eventos; creio que sediar a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos mudará a visão e cultura do esporte no Brasil, abrindo o leque de opções, não só da ultramaratona mas de outros esportes que não são tradicionais em nosso território.
   A reflexão é válida; resta-me, desejar aos amigos que disputarão a Ultra dos Fuzileiros, uma excelente prova, com brio, força e inteligência. Ficarei pelos pampas a correr o Desafio Farroupilha, bem na Semana Farroupilha, em meio as comemorações da Revolução, vai ser um momento mágico, com certeza e estarei contando tudo aqui, detalhando os acontecimentos da prova. Peço encarecidamente para os amigos que estarão no Rio, enviar seus relatos da prova dos Fuzileiros, para publicação aqui no blog.
 
 
  
Avatar

06 de Agosto de 1945

Daqui a poucos dias, mais precisamente no próximo 06 de Agosto,A nuvem de cogumelo sobre Hiroshima após a queda da Little Boy estará sendo completado 66 anos do lançamento da primeira bomba atômica, sobre a cidade japonesa de Hiroshima.

Nagasaki viria a ser bombardeada três dias depois.

A utilização deste armamento, sob a alegação norte-americana “de finalizar de vez uma guerra que poderia durar ainda vários anos” é totamente infundada e inadmissível.

O Japão já estava arrasado. Seus políticos já estavam a tratar de uma rendição. O alvo das duas bombas não foi nenhuma base militar, nenhuma fonte de energia ou matéria-prima que o Japão pudesse estar utilizando para manter-se na guerra. Os alvos simplesmente foram dezenas de milhares de civis.

Poderia-se considerar isso como um ato terrorista? em minha opinião sim.

One of the first nuclear bombs.E os responsáveis por estes eventos nunca foram julgados e condenados. Como responsáveis não estão apenas as pessoas que autorizaram esta ação, mas o governo que elas representam.

O objetivo nunca foi o “de finalizar a guerra”. A verdade, cruel e absurda, é que os EUA simplesmente queriam testar o poderio da bomba em um “teste real”.

Avatar

Prioridades, cada um tem as suas...

clip_image001 clip_image002

 

clip_image003 clip_image004

 

clip_image005 clip_image006

 

clip_image007 clip_image008

 

clip_image009 clip_image010

 

clip_image011clip_image012

clip_image013

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Avatar

Manhã de Carnaval

De Luiz Bonfá e Antônio Maria

 

Manhã, tão bonita manhã

Na vida uma nova canção

Cantando só teus olhos

Teu riso

Tuas mãos

Pois há de haver um dia

Em que virás

 

Das cordas do meu violão

Que só teu amor procurou

Vem uma voz

Falar dos beijos perdidos

Nos lábios teus

 

Canta o meu coração

Alegria voltou

Tão feliz a manhã deste amor

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Avatar

Desafio Farroupilha e Audax 200km

  Buscando realizar um sonho que tenho, comunico a meus queridos amigos, minha participação em dois grandes eventos esportivos deste ano no estado do RS. Em setembro estarei competindo no Desafio Farroupilha de 24 Horas e em Novembro, estarei fazendo minha estreia nas bikes, participando do Audax 200km.
  Estou buscando aprender mais, para futuramente competir no Ironman. Vou precisar de dicas da galera que já compete nas bikes, pra que eu consiga desempenhar um bom ritmo durante a prova. A preparação para as duas competições já começou e domingo tem treino com qualquer clima aqui na serra.
  O desafio está lançado.

domingo, 24 de julho de 2011

Avatar

Meia maratona de Passo Fundo

 Dia 07 de Agosto próximo, acontece mais uma edição da Meia maratona internacional de Passo Fundo, prova tradicional pelas principais ruas da cidade. Vou  para minha 7ª participação na prova, e tenho que reafirmar isso toda vez que volto para aquela região para competir, que sinto-me em casa. É como se fosse correr um treino bom.
  O percurso é muito bom, percurso técnico e veloz, com algumas quebradas a partir do km12, mas é o desafio da prova, ninguém quer que seja fácil, é preciso ter uma dose de desafio em tudo nesta vida, para que sintamos o verdadeiro gosto das conquistas.
  Bueno..estarei lá dia 07, pessoal que quiser trocar uma idéia..ou até mesmo correr junto por lá..sinta-se a vontade..!! Lembrete importante, entre em contato com a organização da prova, através da Secretaria de Esportes de Passo Fundo e faça já sua inscrição.

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Avatar

Eta inverno doido..tchê!!!

No dia de ontem 19 de Junho, voltei as provas de rua, correndo os 7km de Caxias do Sul, a paisana,
sem inscrição, visto que estava gripado e não sabia o que ia dar, se conseguiria concluir a prova ou não..
porém o dia tava iluminado e meu corpo respondeu bem ao esforço. Rodei leve, com passadas velozes,
consegui desempenhar com regularidade o ritmo e fiz uma excelente volta as provas de rua.
O próximo desafio é a Meia maratona de Passo Fundo..o inverno promete muita adrenalina em competições.

A prova serviu para eu e o Jaime Rocha, correr a primeira prova juntos aqui em Caxias do Sul, desde o seu retorno a cidade...e ele correu muito bem, depois de ter corrido no sábado o Desafrio Urubuci e ter conquistado o segundo lugar da categoria, completando os 52km em 4 horas e 53 minutos..excelente marca. Parabéns nobre amigo.

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Avatar

Consolidando uma Equipe Forte

Olá a todos!
Estive visitando o blog do Raphael Bonatto, grande amigo e ultramaratonista, e percebi a grande dedicação de sua equipe em fazer contatos e conseguir patrocínios.
Como pode ser verificado no link abaixo, ele conseguiu recentemente o apoio da The North Face, uma das mairoes fabricantes de equipamentos outside do mundo.
Creio que devemos tentar trilhar esse mesmo caminho.

http://ultrabonatto.blogspot.com/2011/05/patrocinio-north-face.html

Abraços

Marcelo Nava

sábado, 28 de maio de 2011

Avatar

Desafio Farroupilha de 24 Horas

Em Setembro, durante a Semana Farroupilha, a capital gaúcha, vai ser sede de um grande desafio de ultramaratona. A prova será realizada no Parque Marinha do Brasil, em circuito de piso de terra, em um percurso de 3000 metros de pista. Maiores informações podem ser obtidas no site do organizador do evento:  Audax 4



Avatar

Amigos na Ultra de Santa Maria

Quero destacar alguns amigos que participaram da Ultra de Santa Maria, Marcelo Orsi de Veranópolis, garoto fez sua estreia em ultras e saiu de lá com um 2º lugar da categoria com mais de 110 km percorridos.
Outro amigo que surpreendeu foi o Lairton Favaretto, 6º geral e 1º da categoria..uma baita quilometragem acima dos 160km e ainda levou sua filhinha Rafaela de apenas 1 mês para integrar sua equipe de apoio.

Coisas de ultramaratona !!!

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Avatar

Primeira maratona

Neste último fim de semana..foi realizada a 28ª edição da Maratona de Porto Alegre, evento que movimentou a capital gaúcha, onde muitos corredores tomaram as ruas de Porto Alegre para participar das provas de revezamento, rústica e da maratona.
Minha equipe de apoio, esteve muito bem representada na prova, com a estreia do Rafael, que completou a prova em 3 horas, 50 minutos e 16 segundos, ficando classificado em 8º lugar da categoria 20-24 anos.
Parabéns..nobre amigo e irmão.

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Avatar

Domingão de Maratona em Porto Alegre

Domingo é dia de maratona em Porto Alegre, com largada as 7 horas da manhã, do Barra Shopping Sul; na capital...e é um dia especial..onde os corredores tomam as ruas da capital do nosso estado. Neste ano, temos uma estreia importante, de um dos colunistas deste blog..nosso companheiro de batalha..Rafael R. Branco, larga por um pequeno período as lidas com sua profissão de fisioterapia e vai para sua primeira maratona. Sinto-me muito feliz por isso...fica aqui a torcida por um excelente resultado.
Boa prova a todos que estarão nesta competição...a idéia é correr com alegria e felicidade, pois assim a passada fica mais natural e suave...!!

Nos encontramos domingo na Maratona !!!

sábado, 14 de maio de 2011

Avatar

Entendo a ultramaratona

Aos amigos, a dedicação de minha conquista, um 2º lugar na categoria na 4ª Ultra Internacional de Santa Maria. Mais uma ultramaratona disputada e tenho muito a agradecer a Deus, porque neste ano de 2011, até o momento, com grandes dificuldades de estar competindo, com compromissos importantes nesta nova jornada de dar aula para duas turmas de jovens alunos com idade entre 16 e 18 anos do ensino técnico industrial, com patrocínios escassos, com tempo para treinar mais escasso ainda, estou sendo muito feliz. Nos últimos 10 anos eu não aprendi o que eu aprendi neste ano a respeito de ultramaratona. Meu abandono na BR135, me deu a real grandeza do que é cruzar a linha de chegada e tive a fantástica oportunidade de ver a prova podendo estuda-la de perto. Na ultra deste último fim de semana, pude novamente ter a oportunidade de aprender muito e voltei para casa, acreditando mais do que antes, voltei sabendo que meus 30 e tantos anos não são obstáculo para que eu possa desenvolver a ultra e toda sua quilometragem de forma competitiva, o certo é que a cada prova eu estou evoluindo, eu sou daqueles caras que não fazem loucuras, a lucidez sempre andou muito perto de mim, consigo sentir quando a prova não é pra mim, se não conseguirei lutar pela geral, e o primeiro lugar da categoria está distante, não me exponho a difíceis lutas com meu corpo quando sei que sairei perdendo muito. Graças a Deus que eu tenho esta noção, estou subindo um degrau por vez...uma hora eu acerto...e quando este dia chegar e vou estourar os 200km...não tenho pressa...eu já estou visualizando isso acontecendo.


Sinto-me feliz quando vejo novos talentos da ultra surgindo, principalmente se eles apresentam qualidade, não me incomoda ficar lá na metade da lista de classificação das ultras, eu luto, dentro do que se apresenta cada competição eu procuro fazer o melhor possível, nem sempre o melhor é o suficiente.

Aconteceram muitas coisas inusitadas com meu corpo nesta última ultra, o nervo que passa pelo quadril tava de brincadeira comigo...fazer bolhas na sola do pé faz parte da ultra, mas no peito do pé é de lascar...eu fico admirando a tal bolha do peito do pé..como foi a primeira neste local é novidade...creio que até vou sentir falta dela quando ela for embora..kkkkkkkk tudo isso com um tênis top de linha amaciado em treinos, casadinho no pé..enfim..não era o dia.

To engasgado com a ultra de Santa Maria...ano que vem tem de novo...deixa quieto.

quinta-feira, 12 de maio de 2011

Avatar

Recuperação pós ultra

Estou em plena recuperação dos efeitos de uma ultramaratona difícil em Santa Maria, não foi a toa, ouvi amigos dizer; " tá mais difícil que a BR", então dá pra imaginar.
Foi uma prova dura, bolhas, cansaço, dores, enfim..tudo que uma 24 Horas oferece de adrenalina, e muitos atletas ficaram longe das marcas planejadas, e este que voc escreve, também ficou longe.
Porém é de se comemorar os 121km...não foi fácil chegar lá.

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Avatar

Ultramaratona Internacional 24 Horas de Santa Maria

Estou de volta de mais uma ultra, conquistei um 2º lugar na categoria, percorrendo uma quilometragem de 121km, o que comemorei muito, pelas condições que eu estava na prova e como a mesma foi se desenrolando. Em breve conto mais sobre a prova. O relato vai ser muito instrutivo, principalmente para os novatos.

Confiram o resultado final no site da União de Corredores

terça-feira, 26 de abril de 2011

Avatar

Treinos e feriadão

Depois de um feriadão maravilhoso, de descanso, de treinamento, enfim...um domingão com a
família, estou atualizando as novidades aqui do Blog.
A preparação para a ultra de Santa Maria está sendo muito boa, um pouco difícil porque nos últimos
treinos passamos um perengue que não foi brincadeira, um temporal em meio ao treino em uma situação
inusitada nos preocupou bastante; mas entre os relâmpagos e raios chegamos bem e tá tudo em casa.
Foi mais de hora exposto a duas frentes de tempestade em meio a um vale com poucos recursos de abrigo e
comunicação, o que nos obrigou a andar, andar e andar sem aliviar um minuto...foi faca nos dentes até o fim.
Com toda aquela chuva, os pés foram castigados pelas bolhas e isso não é novidade pra quem é ultra, e eu
não escapei ileso desta vez...surgiu uma bolha gigante na lateral inferior do pé..coisa triste..incomodou a semana inteira. Na quinta de feriado a opção de fazer o circuito de treino de bike foi uma decisão acertada e rendeu muito bem, visto que muda o esforço e a musculatura respondeu bem a intensidade proposta. Na sexta, participei de uma partida de futebol sete com a família em gramado encharcado o que foi muito interessante para testar a musculatura e dar piques intensos em distâncias curtas em terreno macio por mais de 80 minutos; e foi muito gostoso porque além de tirar a responsabilidade de treinar forte, foi divertido e tirou um pouco da repetitividade dos treinos de ultra.
No sábado outra partida de futebol, agora com mais cuidado, porque desta vez foi em quadra de salão com meus alunos do Senai e a partida foi muito boa, sem faltas, muito disputada em velocidade e trocas rápidas de passes em ritmo intenso o que possibilitou a eliminação das toxinas do organismo acumuladas durante o feriado.
O frio está mostrando a sua cara e creio que a prova de Santa Maria vai ter esta dificuldade, principalmente durante a noite porque nesta época do ano sempre baixa a temperatura bastante e como nosso estado está sendo assolado por constantes temporais e enchentes, fica difícil prever o que vai acontecer no dia da prova. É importante estar bem preparado e com estrutura razoável, visto que se acontecer de chover durante a prova ou ficar frio, o bicho vai pegar...e a prova tem tudo para ser uma dureza, bem mais do
que já é por sua característica própria.

sábado, 2 de abril de 2011

Avatar

BR 2011 na Go Outside Magazine!!!

Galera, saiu na edição de março uma entrevista com o incansável Mário Lacerda, o idealizador da maior ultra do Brasil. Confiram abaixo!

Grande abraço



Marcelo Nava

quarta-feira, 23 de março de 2011

Avatar

Ultra de Santa Maria - 24 Horas

Está se aproximando mais uma edição da Ultramaratona 24 Horas de Santa Maria, o pessoal tá trabalhando forte, pra que tudo aconteça da melhor forma possível, estrutura, alimentação, apoio, enfim...tudo que uma prova de ultramaratona precisa.
Creio que seja importante ressaltar, que nós atletas, precisamos fazer nossa parte, sendo cordiais e respeitosos para com a organização de prova e também para com os demais competidores, para que a competição seja desenvolvida, onde ela tem que existir; que é dentro do espaço de rodagem, a pista de corrida. O que vai fazer cada um encontrar ou superar seus limites é a quilometragem que cada um correr.
Nos encontramos lá..

sábado, 12 de março de 2011

Avatar

Laz e Magda no Rio de Janeiro

Durante a semana, este casal de amigos estará realizando algumas atividades de aventura no RJ, muita coisa boa será publicada durante a semana, confira nos próximos dias, alguns dos percursos explorados por estas duas feras do esporte.
Não vou adiantar nada, é surpresa...mas acreditem...os lugares são fantásticos.
Abração Laz..e Magda !!!
Avatar

24 Horas de Santa Maria - 2011

Atenção ultras que estão com pré-inscrição feita na 24 Horas de Santa Maria, cuidado para não ficar de fora da prova, o prazo para o pagamento da inscrição é dia 15/03/2011, terça-feira. Fique atento, do contrário, outro atleta que integra a fila de espera; poderá entrar em sua vaga.

sexta-feira, 11 de março de 2011

Avatar

Ultra 24 Horas de Santa Maria - 2011

Já estamos no mês de Março..faltam 2 meses para a 24 Horas de Santa Maria, a União de Corredores está nos últimos preparativos para a realização deste importante evento de ultramaratona. Será a quarta edição da prova e a lista de inscritos está disponível no site do evento.

Confira aqui maiores informações e os atletas inscritos

Se você fará parte desta importante competição, correndo, trabalhando no suporte de algum atleta, deixe aqui no blog, sua mensagem de apoio a todos os ultras que estarão encarando este desafio.
Uma dica importante, não esqueça o casaquinho..as temperaturas caem aqui no sul nesta época do ano..principalmente durante a noite.

quinta-feira, 10 de março de 2011

Avatar

Suplementação e Hidratação em treinos de Endurance

Para o pessoal adepto dos treinos de longa duração, segue uma dica importante de suplementação orgânica de baixo custo e muito nutritiva. Pensando em melhor desempenho e tornar a reposição energética do atleta uma tarefa acessível e natural, estamos indicando algumas fontes de reposição em treinos e competições.
É importante ressaltar que esta reposição não substitui a alimentação balanceada do atleta, é uma forma de auxiliar o organismo na recuperação muscular causada pelo desgaste dos treinamentos longos e cansativos.

Fique ligado na dica, faça composições que utilizem os seguintes alimentos:
- Uvas passas
- Figos
- Damasco
- Castanhas
- Amendoins
- Saches de mel
- Sementes de Abóbora
- Azeite de Oliva

Para a hidratação do organismo, nunca esqueça do soro caseiro, faça durante a noite anterior, deixando no freezer para congelar, durante o treino o soro descongelará gradativamente, possibilitando reposição de qualidade e refrescante.

quarta-feira, 9 de março de 2011

Avatar

Desperdício de alimento

Quem assistiu o Esporte Espetacular no último domingo, onde na edição foi apresentada mais uma excelente reportagem do Régis tratando da fome no Haiti e o garoto Maurice correndo uma prova de 6 km porque ele ficou sabendo que estavam distribuindo água potável durante o percurso e também tinha lanche no final da prova; o lanche em questão eram apenas duas bananas.
Pouco tempo atrás, lembro de ter lido uma matéria da revista Go Outside com uma ativista, não me recordo bem o nome da ONG e da ativista, mas lembro bem que era estatística que no Brasil, um terço do alimento comprado era desperdiçado.
É triste saber que; somente com o que é desperdiçado, teria alimento suficiente para alimentar um Haiti inteiro e com certeza, haveria abundância de alimento.

terça-feira, 8 de março de 2011

Avatar

Treino forte em período de Carnaval

  Neste domingo, realizei um treino longo, partindo da cidade de Farroupilha, passando pela Linha 30, com destino a Mato Perso em Flores da Cunha. Percurso que supera os 50km, estava acompanhado de meu companheiro de corrida Rafael Branco e do Laz Wouters que nos deu suporte com sua bike.
Foi dureza o treinamento, mas com evolução no desempenho de todos. O Rafael pelo que está correndo..vai completar a Maratona de Porto Alegre brincando..e eu que vos escrevo..pretendo dar trabalho pra valer na 24 Horas de Santa Maria.  O treino durou 5 horas, mas pra quem conhece o percurso, sabe que este trecho, é o "cão chupando manga".
Outros treinos neste percurso estão programados. Quem estiver interessado em nos acompanhar, correndo ou de bike é só entrar em contato que prontamente estaremos retornando com as datas e maiores informações a respeito do que levar, cuidados..enfim..coisas de treino casca grossa.
Avatar

24 Horas da Academia Militar das Agulhas Negras - 2011

Conforme nosso querido Cel. Seabra nos informou, estou convidando os amigos ultramaratonistas que podem dar uma força, participando da 24Horas, 12 Horas e 6 Horas da AMAN, em Resende-RJ nos dias 26 e 27 de março deste ano.
A organização de prova é da Equipe BoraCorre, esta galera de fé que trabalha pra caramba, o pessoal assumiu a bronca juntamente com o Cmdt. Lacerda e a prova vai acontecer. Convido a todos os ultras que puderem estar presentes nesta prova, para prestigiar esta equipe e o árduo trabalho que estão tendo pra organizar e deixar tudo da melhor forma possível para os atletas competirem neste evento.

Nosso querido amigo e ultra Mozart dos Santos Jr. cedeu espaço no site da Corrotododia para divulgação da prova e estamos divulgando aqui também, dando nossa pequena contribuição para que o evento seja um sucesso.

Informações da 24Horas da AMAN 2011

Participe, sua presença é muito importante para que futuramente a Ultramaratona seja um esporte olímpico.

domingo, 6 de março de 2011

Avatar

24 Horas de Santa Maria

Confirmando a informação de que disputaria uma ultramaratona de 24 horas neste ano, estou informando aos amigos e leitores minha confirmação na 24 Horas de Santa Maria, que será realizada no dia 07 e 08 de Maio. Vou estar pela terceira vez na prova, e espero contar com o apoio de todos,deixando aqui no blog, comentários e recados, me motivando nesta disputa.
Estou treinando forte e no último treino, pela Linha Ely, tivemos um excelente desempenho, andando muito bem.
Tivemos a perda de uma cueca de um dos nossos integrantes da equipe de apoio, mas isso é coisa dos bastidores...e de uma dor de barriga pontual que atingiu nosso colega.

Pra completar...o Laz estreou a bike neste treino...uma bike de tirar o chapéu...!!!

sábado, 5 de março de 2011

Avatar

Pista de Atletismo das Castanheiras

Com a reforma do Estádio Municipal das Castanheiras para os jogos do Brasil-Fa, a única pista de atletismo
de Farroupilha, deixou de existir. Eu digitei um extenso relato sobre minhas vivências e experiências nesta pista, porém considerei a opinião de minha esposa em não publicar.
Muitos foram testemunhas de minha luta, para que aquela pista se tornasse referência de atletismo em nossa cidade, mas toda vez que eu tentava algo, alguém surgia pra me afastar de lá.
Aquela pista, formou um campeão sul-brasileiro, trouxe duas medalhas douradas em Copas do Mundo de ultra e vários outros garotos que brilharam no Jergs..para tornar Farroupilha, um destaque no atletismo.
Porém..quem correu lá..correu;...da pista..ficou só a lembrança.

terça-feira, 1 de março de 2011

Avatar

Farroupilha e o Esporte Olímpico

Nos próximos posts, estarei fazendo uma análise mais detalhada sobre o esporte olímpico e a situação de alguns projetos esportivos em Farroupilha e na região da serra gaúcha.
Aguardem. A constatação é preocupante.

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Avatar

Noticias da Brazil 135 Ultramarathon

Amigos(as), abaixo palavras do Comandante Mário Lacerda:


Olá Prezados Atletas,

ABSTRACT
Nesta Edição teremos o Provérbio-do-dia, seguido de três notícias sobre a Br135 de 2012. Finalizaremos com o momento histórico da sua presença no Pico-do-Gavião. O seu depoimento foi gravado e sua mensagem rodou o mundo....venha rever e matar as saudades.


1- Provérbio-do-dia
2- Brazil135 Ultramarathon de 2012
3- Você no  Pico-do-Gavião.

1- Provérbio-do-dia
"Ninguem se importa com o quanto que voce sabe, até que saiba o quanto que voce se importa com ele." 
Sheila Thurston...- Mãe do Jarom
Pois é cremos que devemos ter todo o cuidado do mundo com os outros.....que assim seja!!!!

2- Brazil135 Ultramarathon de 2012
   Hoje faz 1 mês da nossa corrida.......informo que:
a) Estou tratando as fotos para publicá-las ainda esta semana ou no máximo na próxima,
b) Estou preparando o Relatório Oficial de 2011,
c) Teremos mudanças em 2012....e para não ofuscar o brilho do item 3, falaremos sobre as mudanças em uma edição especial.

3- Você no  Pico-do-Gavião.
Venha ver como foi sua chegada no Pico-do-Gavião...foi tudo filmado e gravado, se veja e veja como foram os outros lá no pico.




Venha ver....está muito bom....divulguem com os seus amigos........

Me mande seus comentários.....é sempre bom saber o que você pensa.

Tenham todos uma boa noite,

nos vemos no Caminho

Comandante Mário Lacerda
Brazil 135 Ultramarathon
Race Director

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Experiências de um staff na BR135!

Obrigado, Comandante Mário Lacerda

Em meu primeiro post no blog (onde minha função será de escrever sobre lesões, orientações, recomendações, em suma sobre saúde e fisiologia do corpo em relação a esse esporte fascinante). Mas antes terei de relatar como foi essa minha vivencia toda como staff na BR, desde a quarta, quando cheguei a São João da Boa Vista até segunda quando retornamos ao Rio Grande do Sul.


Vamos lá, logo no primeiro dia em que cheguei à pousada em Águas da Prata, já aconteceu o primeiro fato engraçado, estava eu e a funcionaria e chega newtinho (imediato do capitão), e olha pra mim e larga “fala português”, (ri litros), só porque tenho olhos azuis e cara de gringo, segundo ele.


E assim foi se passando os dias, quinta pré-racer, onde conheci muitas pessoas especiais, que revi posteriormente durante a prova no posto de Inconfidentes, onde fui designado pelo comandante a trabalhar. Onde fiquei eu e o piloto Augusto e a equipe do resgate, durante toda a sexta e sábado. Esses dois dias foram pra mim os mais interessantes, pois ali tive a oportunidade de observar todo o esforço dos atletas, alguns que chegavam exaustos e ali paravam bastante tempo para descansar e outro que nem paravam, só passavam para marcar o tempo e continuavam, mas o que mais me marcou foram os atletas que ali em Inconfidentes desistiram da prova, uma decepção para o atleta, para sua equipe, mas com certeza a decisão certa a tomar para prevenir suas integridades físicas.


No domingo fomos para Paraisópolis, na chegada, momento emocionante, pois vi vários atletas, literalmente se arrastando para conseguir cruzar a linha de chegada, eu mesmo que dificilmente me emociono, em varias chegadas me emocionei.


Para terminar deixo aqui meus sinceros agradecimentos ao excelentíssimo comandante Mário Lacerda (pessoa excepcional) e sua esposa Eliana, por me oportunizarem essa grande experiência em que muito me foi gratificante. Ano que vem estamos novamente nessa loucura viciante.