terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Avatar

Bicicletas

Pois bem, eis que decidi aposentar minha bicicleta... esta que aparece na imagem ao lado. Após 18 anos de muitas pedaladas e tombaços ela irá receber a merecida aposentadoria e minha eterna gratidão.

Mas chegou a hora de encontrar uma nova companheira para os fins de semana. Nos meus tempos de piá era mais fácil, você entrava em uma loja e tinha duas opções: Caloi ou Monark. Tinha umas que vinham com fitinhas coloridas no guidão... outras com anéis coloridos nos raios... hehehehe...
outras vinham com o selim com o escudo do Grêmio ou do Inter, e contornando o selim tinha umas franjinhas de tecido... tudo muito chique.

Hoje é um festival de marcas diferentes, nacionais e importadas... sem falar nos componentes: há várias marcas diferentes para cada peça que compõe a bicicleta. Aliás, me sinto um véio dizendo "bicicleta"... agora tem que dizer "bike"... pois eu digo BICICLETA e ponto final.

Como não tenho tanta grana assim, levei um tempo decidindo se eu investia numa bicicleta com um ótimo quadro e componentes piores (mais baratos), ou em uma bicicleta com ótimos componentes mas com um quadro não tão bom (pelo menos não um das famosas marcas importadas).

Optei pela segunda opção. E a escolhida foi esta bicicleta abaixo: a SL 500 da Soul Cycles.
A bicicleta está encomendada e deve chegar na loja entre 1 a 2 semanas.
A Soul Cycles é uma nova marca brasileira, e está colocando no mercado bicicletas com componentes excelentes a um preço muito competitivo.


Clique no link abaixo e leia o restante do artigo:



O quadro dela não é tão bom quanto o das importadas, mas não se pode ter tudo nesta vida. Ela possui amortecedores dianteiros Rock Shox Dart 2 (ótimos), freio a disco hidráulico (ótimos), câmbio dianteiro Shimano Deore e traseiro Shimano Deore Shadow (demaaaaaisss), 27 marchas... e por aí vai...
Mas a brincadeira não para por aí, pois estou pensando em trocar os pneus por outros muito mais leves, da marca Kenda... iguais este da imagem ao lado.

Além disso, agora investirei em itens de segurança, muito importantes, mas os quais eu não dava tanto valor: um bom capacete e luvas. Joelheira não, que isso é coisa de marriquinha. Também não comprarei aqueles calçõezinhos de ciclista que ficam atochados naquele lugar (dizem que tem uns até com fundo acolchoado que é para não doer tanto a bund... bumbum).
Como em várias ocasiões voltamos de nossas trilhas à noite, é imprescíndivel ter lanterna e farol. Farol é este carinha do lado (o primeiro de cima para baixo), que serve... ora bolas... para iluminar é claro... ou seria para iluminar é escuro... ah, que seja. E a lanterna é a segunda imagem (a de vidro vermelho), que serve como um pisca, e fica na parte de atrás abaixo do selim.
E também como em várias ocasiões fazemos trajetos muitos longos, faz-se necessário levar itens como câmaras, bomba de ar, chaves etc).´
Enfim, mais despesas pela frente.



Não vou entrar em detalhes de quanto eu paguei pela bicicleta, mas o valor podemos dizer que é até irrisório se comparado a esta, por exemplo, e que também estava disponível na loja em que fui:

É uma bicicleta da marca Merida. Ela custa mais de R$ 20 mil. Só o quadro dela custa uns R$ 10 mil. Mas que MERiDA não ter tanto dinheiro assim!!!

Mas existem muitas outras marcas sensacionais, como estas abaixo:



Cannondale



Kona




Specialized



Bom amigos(as)... é isso. Boas pedaladas!!

2 comentários:

Magda Rocha disse...

oi lindinho!!!!! agora é so treinar e mandar ver na bike!!!!Bike otima!!! te darei algumas aulinhas basicas, como por exemplo, tipos de marcha, combinaçoes,tempo, e quesitos para nao detonar a bike!!!!! se fizer tudo direitinho, no final da trilha ganha um Guaraviton. O desafio está aberto pra todos os gauchos e gauchas,rsrs!!!! bjo espero encontrar voces!!! bom pedal

Daniel C. disse...

Olá! Minha Monark 96 é a mesma lá de cima! Estou colocando um movimento central para eixo quadrado rolamentado, pedivela Shimano Acera, câmbio 8V, e passadores Acera. Posto depois as fotos de como ficou!