sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Avatar

Relato da Brazil135 - 2011 - A descida do Pico do Gavião

A descida do Pico é muito boa de correr, e neste ano depois de ter feito minha alimentação lá no topo, o corpo teve o tempo adequado para se adaptar a altitude, segui adiante no percurso passando pelo desvio lateral do riachinho e ganhando a estrada que vai para Andradas, cruzando pela Pousada Pico do Gavião.


Neste trecho eu segui acompanhado do José Alcantara e de seu irmão que corria como pacer, e assim fomos desenvolvendo um ritmo bom, ora fazendo a hidratação, ora comendo uma fruta, enfim...tudo que nós ultras sabemos bem que é necessário e regra básica da ultramaratona. Um pouco antes de entrar a direita na estrada de longas descidas íngremes que leva à cidade de Andradas, eu estava sozinho novamente, visto que José e Eleir optaram por ficar alguns minutos a mais na última parada e eu andei para realizar minha alimentação na cidade, onde poderia comprar comida.

Cheguei em Andradas bem, anotei meu tempo, fotografamos minha estaca balizando meu pit stop e fui comprar algo gelado para hidratar. Comprei um pote de sorvete e apreveitei esta delícia debaixo de uma sombra muito agradável da praça de Andradas, lá encontrei Mário e Joceli que estavam trabalhando neste checkpoint.

Neste ponto, logo depois que eu cheguei..chegaram Adilson Ligeirinho, Luciano, Raymond Sanches, Eleir e José, que depois seguiria comigo até a saída de Andradas, onde fez uma parada para drenar uma bolha no pé que estava atrapalhando no desenvolvimento do ritmo de corrida.

0 comentários: